Mauro Cezar aponta ‘blindagem’ da imprensa sobre Abel e avisa: “Vai ter enxaqueca direto”

Por: Fla hoje

O Flamengo empatou com o Fluminense por 1 a 1 no último sábado (06) e se classificou para a final do Campeonato Carioca. Apesar de conseguir o resultado necessário, a atuação do Rubro-Negro não passou imune às críticas. Durante a coletiva pós-jogo, aliás, o técnico Abel Braga se irritou com perguntas em relação a algumas de suas ideias, citando o “menino enxaqueca de São Paulo”, fazendo crítica indireta a alguém da imprensa. Apontado como o possível criticado por Abel, o comentarista Mauro Cezar Pereira deu resposta ao treinador.

– Estão achando que o “menino enxaqueca” sou eu. Se o meu papel for gerar enxaqueca na sua cabeça e em outros técnicos fracos como você, pode contar comigo, vai ter enxaqueca direto. Enquanto o Flamengo jogar mal, fizer um trabalho ruim, vai ser criticado sim. Quero lembrar também que, em 2017, falava-se que Abel ‘tirava leite de pedra’ no Fluminense. Na verdade, quem faz isso é o Fernando Diniz. O elenco do Fluminense hoje ainda é pior. O Abel se incomoda quando é questionado porque é acostumado com “brodagem”. Tem amigos na imprensa e, por isso, não é bombardeado. Eu não tenho nada contra ele, mas não estou aqui para ser amiguinho de ninguém –, disse ele.

Antes disso, Mauro já havia destacado a ideia de forçar o lateral na área implantada no Flamengo por Abel Braga. O comentarista cobrou que, com um elenco de técnica acima da média dos demais, é necessário saber trabalhar com a bola nos pés, além de alertar para a ineficácia do lateral Pará nesse tipo de jogada.

– O Pará, que é um jogador limitadíssimo com os pés, também não é um bom cobrador de lateral. Tem caras que batem lateral na área com força, pelo menos. A jogada é bizarra e não acontece nada em 99% das vezes. O Abel diz que “um dia vai dar certo”. Mas isso é óbvio. Se você bate 100 laterais na área, alguma vez vai dar certo. A resposta é estapafúrdia. Ele justifica que pega o rebote. Mas ele tem a bola (no lateral), joga aleatoriamente na área do adversário, para tentar pegar o rebote. Qual é a lógica disso? É uma estratégia razoável para times limitados, que não sabem o que fazer com a bola. Mas esse não é o caso do Flamengo, que tem jogadores de alto nível técnico. Tem que saber jogar com a bola nos pés.

Por: Coluna do Fla

MAIS LIDOS

Jorge Jesus não esquece do titulo do Mengão e surpreende

O Flamengo ganhou na última semana o titulo do Campeonato Brasileiro. O Rubro-negro carioca conquistou o seu oitavo titulo do Brasileirão, algo que foi...

Vasco estuda proposta para contratar atleta do Flamengo

O Flamengo tem hoje o principal elenco do futebol sul-americano. Com tantos atletas de qualidade a disposição, o time carioca costuma não dar muito...

Flamengo x Nova Iguaçu ao vivo

Flamengo x Nova Iguaçu ao vivo: O Flamengo joga na noite desta terça-feira na estreia do Campeonato Carioca. O confronto terá transmissão do Facebook...

Flamengo descarta a chegada de zagueiro da Seleção

O Flamengo possui um dos grandes elencos do futebol sul-americano. Com tantos investimentos nos últimos anos, o Rubro-negro continua sendo alvos constantes de especulações....