O campeonato brasileiro caminha para sua metade final. Assim como em todos os anos, chega o momento de estabelecer, de fato, quem irá concorrer ao título até o final. Logo, é momento do Flamengo se estabelecer e conseguir uma sequencia positiva que até então, não aconteceu nessa temporada. Com 45 pontos, o Flamengo é o terceiro colocado, mas poderá assumir a vice liderança domingo, caso vença o Bahia. Além da vice liderança, o Flamengo não pode deixar o São Paulo se isolar. Portanto, a partida se mostra importante nesse aspecto.

Para o jornalista Mauro César Pereira, o rubro negro tem total obrigação de vencer caso queira pensar em título. Em seu podcast “Posse de Bola”, Mauro lembrou das cinco derrotas seguidas do Bahia. Sendo uma delas, no meio de semana, pela Taça Sulamericana. Semana que por sinal, o Flamengo teve livre para descansar e treinar.

“O Bahia foi eliminado agora pelo Defensa y Justicia, está muito mal e evidentemente o Flamengo tem uma obrigação aí de conseguir o resultado no domingo, depois joga com o Fortaleza e aí termina o ano e aí termina o ano”, disse o comentarista.

Mauro também destacou a sequencia de jogos do rubro negro contra adversários da parte de baixo da tabela. Assim, o Flamengo deveria aproveitar a oportunidade para vencer bem e se estabelecer de vez no pelotão de frente.

“Joga contra o Fluminense dia 6 e depois é uma sequência, tem Ceará, acho que Goiás, enfim, os adversários não são dos mais desafiadores, então o Flamengo tem uma sequência que lhe é favorável em tese, para conseguir vitórias seguidas e esperar em algum momento algum tropeço do São Paulo, como já teve contra o Corinthians”, completou.

São Paulo como principal oponente, com Palmeiras e Atlético-MG logo atrás

O São Paulo é o líder do brasileirão e hoje tem oito pontos a frente do Flamengo. Portanto, é o maior rival na luta pelo título, mas vale dizer que o rubro negro tem dois jogos a menos que o São Paulo. Assim, a diferença de oito pontos poderia cair para dois. Enquanto isso, Atlético-MG e Palmeiras estão também na disputa. O Atlético, apesar dos tropeços, joga bom futebol e tem apenas o brasileirão como preocupação, assim como o Flamengo. Já o Palmeiras com o treinador Abel Ferreira, demonstrou grande evolução e competitividade.

Leia também: Com ajuda da tecnologia, índices físicos melhoram no Flamengo

Veja também: Com placar centenário, Flamengo vence o Brasília no NBB