O jogo entre PSG x Basaksehir foi adiado para hoje, às 14h45, por conta de um ato racista do 4º arbitro. O quarto arbitro não gostou da reclamação dos jogadores e sugeriu a expulsão. Porém, no meio de 5 jogadores, ele disse para expulsar o ”cara negro”.

A situação causou uma enorme confusão dentro de campo. A UEFA queria que o jogo retornasse ontem mesmo. Porém, mesmo após estipular um horário para o começo do jogo, os times entenderam que não valeria a pena entrar em campo.

Porém, Jorge Jesus, ex-treinador do Flamengo, entrou em uma grande polêmica. Na sua visão, o tema racismo está muito na moda.

”Não sei o que aconteceu, o que se falou, o que se disse, mas hoje está muito na moda isso do racismo. Como cidadão tenho o direito de pensar à minha maneira e só posso ter uma opinião concreta quando souber o que se disse naquele momento”, disse Jorge Jesus.

Nas redes sociais, torcedores criticaram o treinador do Benfica.

 

Ele ainda completou afirmando que tudo que se fala sobre um negro é racismo: ”Hoje, qualquer coisa que se possa dizer a um negro é sempre sinal de racismo, a mesma coisa contra um branco já não é sinal de racismo. Está se implantando essa onda no mundo. Talvez até houve algum sinal de racismo, mas não sei o que disseram”, afirmou Jorge Jesus antes de viagem pela Liga Europa.