quarta-feira, setembro 23, 2020
Início Notícias "Muito difícil o Flamengo ser batido", diz Rafael Mineiro.

“Muito difícil o Flamengo ser batido”, diz Rafael Mineiro.

Foto: Luiz Pires/LNB

GLOBO
ESPORTE
: Se doar em dobro e tirar forças forças de onde não tinha. O discurso
de Marquinhos antes de a bola subir no sábado, em Marília, para o primeiro jogo
da decisão do NBB parece mais do que óbvio, mas no caso específico do time de
basquete do Flamengo ele fazia todo sentido. Afinal, enquanto Bauru teve onze
dias para descansar e apenas treinar pensando nas finais, o time rubro-negro
precisou de cinco jogos desgastantes e decidido sempre nos segundos finais para
bater o perigoso time de Mogi e avançar para sua quarta final consecutiva.

Para
piorar o drama do time carioca, José Neto ainda perdeu um jogador importante na
sua rotação. Sem cabeça para entrar em quadra 100% focado apenas em jogar
basquete, o americano Jason Robinson solicitou à diretoria sua volta aos
Estados Unidos e embarcou às pressas na véspera do confronto para acompanhar de
perto o nascimento de sua segunda filha. 

Falei antes do jogo que temos um ótimo preparador físico que faz um excelente
trabalho durante a temporada para que o time chegue nessa hora sobrando. A
semifinal contra Mogi foi uma série difícil, mas nossa equipe roda muito e
conta com jogadores de muita vontade. Sabemos que num momento como esse temos
que tirar essa vontade de onde não temos. Sabíamos que seria ainda mais difícil
porque tínhamos um cara a menos na rotação, mas jogamos como equipe e deu tudo
certo – afirmou Marquinhos.
Elenco
é o que não falta aos atuais tricampeões nacionais. Aliás, esse foi um dos
argumentos citados também pelo técnico Demétrius para destacar a vitória do
Flamengo por 83 a 77, fora de casa. Com um discurso parecido com o treinador do
Bauru, o camisa 11 rubro-negro afirmou que o jogo coletivo sempre foi o
principal segredo dos atuais tricampeões do NBB. 

Falei que tínhamos que jogar como equipe para bater um time forte como Bauru e
acho que cumprimos nosso objetivo. Quando jogamos coletivamente um dá confiança
ao outro é fica muito difícil de o Flamengo ser batido. Esse é o nosso grande
segredo, nunca dependemos de apenas um jogador para vencer – disse Marquinhos,
que ainda destacou as atuações de Rafa Luz e, principalmente, Rafael Mineiro.
– Embora
o Mineiro e o Rafa não tenham pontuado tanto, eles são caras muito importantes
na nossa rotação e que colocam muita energia no jogo. O Mineirinho fez uma
partida monstruosa. Pegou rebote, defendeu muito e é disso que nós precisamos
para avançar. O fatot casa numa série como essa é indiferente, já que são duas
equipes experientes e que não sentem a pressão. Mas em casa nosso torcedor é
faz a diferença e espero que possamos fazer um jogo tão bom na quinta feira
como fizemos sábado para sairmos com mais uma vitória.

MAIS LIDOS

Pedro titular: Torcedores pedem mudança no ataque do Fla

O Flamengo jogou nesta terça-feira diante do Barcelona de Guayaquil, vencendo o jogo por 2 a 1. O confronto mostrou mais uma vez a...

Torrent desabafa após vitória do Flamengo

O Flamengo atuou na noite desta terça-feira diante do Barcelona de Guayaquil, em jogo válido pela quarta rodada da fase de grupos da Libertadores...

Jogadores comemoram vitória do Flamengo nas redes sociais

O Flamengo venceu o Barcelona de Gayaquil, na noite desta terça-feira, em jogo válido pela Libertadores da América. O Rubro-negro não fez uma das suas...

As notas da vitória do Flamengo em Guayaquil

Em partida complicada pela Libertadores o Flamengo conseguiu uma vitória super importante. Com gols de Pedro e Arrascaeta, o rubro-negro bateu o Barcelona de...