“Muralha era goleiro da Seleção, não desaprendeu”, diz Juan.

Zagueiro Juan, do Flamengo – Foto: Gilvan de Souza

EXTRA
GLOBO:
O zagueiro Juan foi o porta-voz do Flamengo depois de um protesto
tumultuado na frente do Centro de Treinamento em Vargem Grande, nesta
sexta-feira. O jogador lembrou que conviveu com isso no clube em outros
momentos, mas diante da expectativa criada sobre o atual elenco a pressão é
grande para uma boa campanha no Brasileiro. Juan reprovou os excessos dos
manifestantes mas deu ao torcedor o direito de estar irritado pela má fase.

– Quem
vive no Flamengo como eu há muito tempo sabe que isso frequentemente acontece.
O torcedor está no seu direito de protestar. Os resultados não são dignos da
dimensão do clube. Mas sempre de forma pacífica. Não só no futebol. Tem que ser
punido. Nesse período temos perdido pouco. Mas as derrotas nos custaram muito –
concordou.
CONFIRA
OUTROS TRECHOS DA COLETIVA
FASE DE MURALHA
A
gente não coloca derrotas na conta de um jogador, a gente conversa, é um grupo.
Para goleiros e zagueiros os erros são mais marcantes. Muralha era goleiro da
seleção brasileira, não pode desaprender. São coisas que acontecem. Ele já
salvou o Flamengo em muitos jogos. A gente pensa no coletivo independente de
quem jogue. As coisas mudam rápido. Uma onda pode levar para o lado negativo.
Mas nós profissionais não podemos pensar assim, deixar de trabalhar, e vejo ele
sempre com a mesma pegada.
JOGO COM O AVAI
É uma
partida importante para todo mundo. O Flamengo em geral. Inclui os jogadores e
o Zé Ricardo. Ele levou o Flamengo ao terceiro lugar ano passado, campeão
carioca. Passamos um mês turbulento com decisões em maio. Até o San Lorenzo
passamos ilesos. Infelizmente saímos daquela forma. Mas o trabalho dele levou o
Flamengo a um título e elevou o nível de vários jogadores. Mas o Flamengo vive
de vitorias. A pressão dele é dividida por todo o grupo.
ÉVERTON RIBEIRO
Éverton
Ribeiro está fazendo as avaliações, os contatos foram muito rápidos. Esperamos
que esteja logo com a gente.
PROTESTO EXAGERADO
Parece
que não teve ninguém agredido. Teve tumulto nos carros pela entrada meio
apertada. Protestar faz parte. Estão no direito. Amam o clube mais que todos.
Não pode é passar por limites. E autoridades acima da gente tem que tomar
atitudes.
QUEREMOS RAÇA
Torcedor
em todo o Brasil pede isso, para dar o sangue, a vida. Mas sabemos que futebol
não é só isso. Se fosse mudar de fase seria mais simples. A gente não tem
jogado da mesma forma que antes. Mas no meu modo de ver não passa por raça e
disposição. Temos corrido, tem que acertar na parte tática e técnica.
EXPECTATIVA E REALIDADE
A
expectativa é grande pelo elenco que formou e a estrutura que tem. Como clube o
Flamengo significa para o Brasil em termos de administração. Se espera muito. A
gente já mostrou do que é capaz. A insatisfação vem um pouco disso também. As
derrotas até aqui custaram caro. Principalmente na Libertadores. Agora é tentar
chegar no topo da tabela do Brasileiro.

Compartilhe

O FlaHoje é um portal eletrônico de notícias voltado exclusivamente os torcedores do Flamengo. Nosso objetivo é mostrar as principais notícias com qualidade, rapidez e imparcialidade, focando notícias do nosso time favorito, o Rubro-Negro.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.