sexta-feira, setembro 25, 2020
Início Notícias Muricy depende de vitória do Flamengo contra o Grêmio.

Muricy depende de vitória do Flamengo contra o Grêmio.

Foto: Bruno Cantini/Atlético-MG

GOAL: Por
Rodrigo Calvozzo

A cada
temporada os clubes nacionais seguem firmes no propósito de manter a média de
demitir um técnico por rodada. Mal começou o Brasileirão e já estamos
assistindo que este processo de fritura em massa segue com a mesma “eficácia”.
Claro
que os resultados deste campeonato ainda não foram capazes de derrubar ninguém,
mas o efeito da eliminação Libertadores agiu rápido e vitimou o treinador do
Atlético-MG, Diego Aguirre.
Como
pode uma equipe que até pouco tempo era tida como a melhor do país ser
considerada sem comando competente? A verdade é que o uruguaio não caiu por ser
superado pelo São Paulo, mas sim quando perdeu o título do campeonato mineiro.
Ou seja, o estadual também manteve a sua tradição de servir apenas para
derrubar treinador e acabar planejamentos anuais.
Será
que se tivesse avançado para a semifinal da Libertadores o Galo teria optado
pela troca de comando? Evidentemente que não e muito provavelmente a pressão
teria se voltado para Bauza, que hoje poderia estar procurando um novo emprego.
Este fato apenas mostra que a crítica não é voltada apenas para a direção
mineira, mas sim ao imediatismo que impera no país, quando se trata de falta de
filosofia de trabalho.
Qualquer
direção tem todo direito de considerar um trabalho inadequado. Porém, o que se
pede aqui é que haja uma coerência, que anda passando longe dos clubes. Se a
coisa está ruim de nada adianta manter uma comissão técnica apenas por causa de
uma competição isolada. Ou será que os dirigentes só enxergam os jogos como
torcedores de arquibancada?
Outro
exemplo claro deste quadro é o que acontece no Flamengo, de Muricy Ramalho.
Segundo uma fonte, o futuro do treinador depende do resultado da partida contra
o Grêmio. Ora, quer dizer então que se o Rubro-Negro faturar os três pontos
está tudo bem, se perder será a constatação de que tudo está errado? Como será
o restante do ano, mesmo que ele permaneça? O treinador terá paz para suportar
uma nova sequência de derrotas? Então seria melhor optar logo pela demissão,
mesmo que o Fla supere os gaúchos fora de casa. O difícil é explicar para um
torcedor que o treinador do seu time venceu e foi para a rua, afinal de contas
eles também são fãs, apenas com uma função institucional. Difícil também é
explicar que o futuro de um profissional depende de um resultado de uma partida
que ele nem mesmo irá trabalhar.
Roger
Machado também sofre pressão desde que o tricolor deixou a Libertadores. Quer
dizer então que teremos a oportunidade de assistir um jogo que pode ser chamado
de “vale-cargo”? Falta planejamento, filosofia de trabalho por aqui, que um dia
já foi chamado de país do futebol.
Trazendo
parâmetros distantes da nossa realidade podemos analisar o que acontece na
Espanha, por exemplo. Sai treinador, entra treinador, vemos o Barcelona atuando
mantendo o seu estilo, apesar das mudanças de comando e elenco. Isso se chama
filosofia de trabalho. E o que dizer de Simeone a frente do Atlético de Madrid,
finalista da Champions League?
Sem a
força financeira do rival da capital espanhola, Real Madrid, o Atleti precisa
renovar constantemente seu elenco. Como não poderia ser diferente, nesses
períodos a equipe passa por momentos de instabilidade. Ainda assim a direção
colchonera banca o trabalho de Simeone. Será que se a situação acontecesse por
aqui os cartolas teriam postura semelhante? Provavelmente não e isso explica
muito a nossa diferença em relação ao que acontece no Velho Continente.
Fica
apenas a constatação de que nosso futebol é ridículo por essa razão, o que é
motivo para lamentação. Mas nos últimos anos muitas coisas não andam bem no
Brasil e esperamos que tenhamos uma nova realidade no futuro, apesar de não ser
tão otimista.

MAIS LIDOS

Vice-Presidente do Fla crítica CBF por manter partida

O Flamengo tem 16 casos de covid confirmados dentro de seu plantel, fato que não parece significar muito para a CBF. Isso sem contar...

STJD bate o martelo e Flamengo x Palmeiras está mantido

O Flamengo entrou no STJD solicitando o adiamento da partida de domingo, diante do Palmeiras no Allianz Parque. Porém, se antes a negativa veio...

Flamengo demite fotógrafo e torcida se revolta

O Flamengo na tarde desta sexta-feira decidiu demitir o fotógrafo Matheus Grangeiro, responsável pelas mídias sociais do clube e também por várias fotografias. A...

Fla hoje: Com R$ 322 milhões em caixa, Benfica pode usar a grana para contratar atletas do Fla

O Fla hoje possui um dos times mais qualificados do futebol sul-americano. Com tantos atletas a disposição, é certo que o clube seria alvo...