domingo, setembro 20, 2020
Início Notícias Não foi o apito.

Não foi o apito.

Donas
da Bola – Como todo Rubro-Negro, eu tinha certeza que o Flamengo passaria pelo
Vasco. Nem que fosse aquele gol totalmente baseado na sorte, nos pés de São
Judas Tadeu ou até de um Márcio Araujo que acertaria o único golaço da vida no último
minuto, mas eu achei que faria.

Se
engana quem pensa que meus pensamentos e sentimentos, nesse caso, tinham a ver
com a razão e bom senso. O Vasco tem um time melhor que o nosso? Não. Mas tem
mais vontade e isso em 98% das vezes, determina o vencedor.
Já faz
muito tempo que venho falando que pela altura do campeonato, o Flamengo, um
time estruturado (em teoria), que joga junto a mais de 1 ano e que foi
reforçado pro regional, deveria estar crescendo, evoluindo como time, como
conjunto, mas não é isso que estou vendo faz muito tempo.
O time
está estagnado, diria até que ao invés de evoluir, está caindo de produção. Não
é apenas a não vitória pro Vasco que tem que despertar esse tipo de
questionamento, o Flamengo tem que parar de olhar os defeitos alheios e reparar
no próprio umbigo.
Alguém
viu UMA jogada bem estruturada ontem?
Alguém
viu UMA jogada ensaiada?
Alguém
viu UMA jogada?
Me
digam, por favor, por que só o que vi foram chutões desordenados. Cirino não
jogou nada? Como? Como cobrar qualidade em bolas rifadas? Acho sim, que ele
poderia ter se apresentado mais e assumido o papel de craque, mas futebol é
jogo coletivo, na hora do “vamo ver”, quem tem qualidade, sofre no meio de
perna de pau. Quem já chutou uma bola na vida, sabe bem disso.
Do
jogo de ontem, salvo a cara do Bressan, até de Wallace, que além de não cometer
o pênalti, mostrou um pouco do que espero dele como capitão, atitude e obvio,
mais uma boa atuação de Paulo Victor. O resto passou de regular pra ruim até o
muito ruim.
Agora,
o pior de todos estava na beira do campo. Quem acompanha minha coluna sabe
muito bem o quanto Luxemburgo não é, de forma alguma, o técnico que eu queria
no Flamengo. E infelizmente, acho que ele está começando a colocar as
manguinhas de fora… De novo…
Ano
passado, quando voltou ao Flamengo ele PRECISAVA muito mais do Flamengo do que
nós precisávamos dele. Juntos, por que além de Deus, ninguém pode nada sozinho,
escapamos do rebaixamento, mas agora malanders, a “obra” é toda dele. Acenderam
os holofotes e surgiu no palco, a diva iluminada. O salvador, o super técnico,
o cara desejado e infelizmente, o técnico deixou o recinto. O Flamengo não tem
um time, voltou a ser um bando e se o elenco não é dos piores, cadê alguém que
o conduza? Estamos a deriva e é muito bom que alguém perceba isso antes que
seja tarde demais.
Que
venha o próximo.
Isso
aqui é Flamengo, porra!!!
Em tempo1: Avisem
na Gávea que se Luxemburgo quiser ir embora, que arrumo as malas pra ele.
Em tempo2:
Botafogo e Vasco vão fazer a final dos sonhos da Ferj. A federação está de
parabéns.
Em tempo3: Como
é bom ser grande, ver vascaíno comemorar classificação com gol roubado de
pênalti, como título da Champions League, não tem preço
Hahhahahahahhahahahahahhaha o Flamengo as vezes me decepciona, o Vasco?
NUNCA!!!
Saudações
Rubro-Negras
Renata
Rosa Graciano

MAIS LIDOS

Thuler titular: Torcedores pedem oportunidades ao zagueiro

O Flamengo vem de uma dura derrota para o Independiente del Valle. No jogo contra os equatorianos, pela Libertadores da América, o sistema defensivo...

Perfil diz que Jorge Jesus aceitaria retornar ao Fla num cenário

O torcedor do Flamengo estava torcendo para Dome Torrent conseguir fazer com que o Flamengo continuasse jogando um futebol de alto nível. Entretanto, isso não aconteceu....

Flamengo terá que abrir os cofres caso demita Domenec

Domenec Torrent está por um fio de ser demitido do Flamengo, uma nova derrota diante do Barcelona de Guayaquil será o fim precoce de...

Diego Alves deve renovar o seu contrato com o Flamengo

O Flamengo possui um dos grandes elencos do futebol sul-americano. Mesmo com a sequência de títulos, o Rubro-negro conseguiu se segurar e manteve os...