Não parece, mas o Flamengo está no caminho certo.

Eduardo Bandeira, Marcelo Frazão e Rafael Strauch – Foto: Divulgação

ESPN: Na
segunda-feira, 29 de maio, Zé Ricardo completou um ano como técnico do
Flamengo.

O
treinador cria da base conseguiu levar o Rubro-Negro ao terceiro lugar no
Brasileirão do ano passado e ao título carioca invicto em 2017. A expectativa
continua alta principalmente com as novas contratações, mas o treinador sofre
pressão depois da eliminação ainda na fase de grupos da Libertadores.
Além
disso, no início do Brasileiro, ganhou apenas uma vez e empatou três jogos,
sendo dois deles atuando como mandante – Atlético-MG e Botafogo.
Assim,
as próximas semanas serão decisivas para a sequência de Zé Ricardo no comando
do Fla, e o ESPN.com.br lista abaixo sete razões para isso.
– Ele
é o técnico mais longêvo na elite
. Com a demissão de Dorival Junior do Santos e
a saída de Marcelo Cabo do Atlético-GO, Zé Ricardo agora é o único treinador da
primeira divisão há mais de um ano no emprego. Conhece como poucos o próprio
elenco;

Elenco estrelado
. Só para a camisa 10 são três jogadores com passagem pela
seleção brasileira (Diego, Ederson e Éverton Ribeiro) e um pela Argentinta
(Darío Conca). E a diretoria ainda trabalha para a contratação de mais dois
nomes: o meia Geuvânio, ex-Santos e hoje na China, e o zagueiro Rhodolfo, do
Besiktas;
– Uma
casa para chamar de sua
. Ao contrário de 2016, o Fla agora terá um estádio fixo
para atuar como mandante – o Estádio da Ilha – e deixará de ser um
“itinerante”;
– Vivo
em quatro competições
. O time rubro-negro ainda tem chances de títulos neste
ano: Campeonato Brasileiro, Copa do Brasil (pega o Santos nas quartas de
final), Primeira Liga (enfrenta o Paraná na mesma fase) e Copa Sul-Americana.
Se Zé Ricardo não ganhar um deles, a pressão aumentará;

Eleição presidencial chegando
. O Flamengo escolherá um novo mandatário no final
de 2018, mas a oposição já faz campanha contra os fracassos esportivos de
Eduardo Bandeira de Mello. Um novo ano sem títulos a nível nacional ou
internacional vai pesar sobre a atual gestão;

Salário em dia
. Se antes o clube da Gávea se notabilizou por “fingir que
pagava”, hoje as contas estão sanadas, e os pagamentos acontecem sem
atraso. Jogadores também estão na linha de fogo caso não forem bem;

Tabela favorável
. Na teoria, em junho, o Flamengo terá uma série de jogos mais
tranquila no Brasileirão e dá tempo para entrosar o time com a chegada de
Éverton Ribeiro, a volta de Diego e a esperada estreia de Conca. A equipe
rubro-negra enfrenta Sport, Avaí, Ponte Preta, Chapecoense e Bahia, tendo um
clássico contra o embalado Fluminense após o duelo contra os paulistas na
inauguração do Estádio da Ilha.

Compartilhe

O FlaHoje é um portal eletrônico de notícias voltado exclusivamente os torcedores do Flamengo. Nosso objetivo é mostrar as principais notícias com qualidade, rapidez e imparcialidade, focando notícias do nosso time favorito, o Rubro-Negro.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.