• Início
  • Notícias
  • “Não teria essa pontuação absurda que tem hoje”, ressalva Rodrigo Bueno se o Flamengo tivesse outro técnico no comando
Publicidade

“Não teria essa pontuação absurda que tem hoje”, ressalva Rodrigo Bueno se o Flamengo tivesse outro técnico no comando

Publicidade

No futebol brasileiro, os treinadores nacionais estão presos a um único esquema de jogo. Com a chegada de Jorge Jesus e Sampaoli, o olhar tático dentro do campo se expandiu. Líder do campeonato, Flamengo apresenta o melhor futebol do Brasil na atualidade. No Expediente Fox, programa da Fox Sports, Rodrigo Bueno falou sobre a ‘quebra’ na péssima cultura dos técnicos brasileiros.

– No Brasil, criou-se uma lenda urbana: ‘não da para jogar quarta e domingo’. Jorge Jesus chegou e quebrou uma sequencia de priorizar um campeonato, ele poupa muito pouco, a estratégia dele é poupar três ou quatro jogadores.

FOTO: REPRODUÇÃO / FOX SPORTS

Apesar de estar sempre a ‘220 volts’ por partida, Mister tem uma possui um fator positivo: ser bom de vestiário. Em pouco tempo, o português caiu nas graças dos torcedores rubro-negros. Ainda no programa, o jornalista disse que se o Mais Querido não fosse comandado por Jorge Jesus, não alcançaria feitos tão inéditos.

– Se fosse outro técnico, iria colocar o time titular na Libertadores e iria poupar o time no Brasileiro. Flamengo não teria essa pontuação absurda que tem hoje.

Flamengo entrará em campo contra o Athletico PR, neste domingo (13), às 16 horas (horário de Brasília), na Arena da Baixada, jogo da 25º rodada do Campeonato Brasileiro. O provável time do Flamengo será: Diego Alves; Rafinha, Marí, Rhodolfo e Renê; Arão, Gerson e Reinier; Éverton Ribeiro, Vitinho e Bruno Henrique.

Por: Coluna do Fla

Publicidade
Publicidade

© Copyright 20 Fla Hoje. Todos os direitos reservados
Website desenvolvido por Azarod