No dia de folga, lesionados se apresentam no Ninho e trabalham em período integral

Após a euforia com o retorno à fase semifinal da Libertadores e o bom resultado, a preocupação. O Flamengo corre contra o tempo para recuperar, principalmente, Filipe Luís e Arrascaeta, lesionados durante o primeiro confronto contra o Grêmio. Com uma lista extensa de desfalques – por lesão e/ou convocação -, o clube aposta na qualidade do trabalho e não há folga para quem precisa de recuperação. Nesta segunda-feira (07), por exemplo, os jogadores com condições de jogo ganharam folga e os do departamento médico se apresentaram ao Ninho do Urubu.

Após a ‘decisão’ com o Grêmio, em Porto Alegre, Filipe Luís e Arrascaeta foram diagnosticados com problemas no joelho e retornaram ao Rio de Janeiro, enquanto o elenco seguia para Santa Catarina. O meia uruguaio, com situação mais grave de menisco, precisou passar por uma cirurgia e se recupera. O lateral, por sua vez, deu inicio as sessões de fisioterapia e há mais chances de retorno para o jogo da volta.

Notícias relacionadas
FOTO: DIVULGAÇÃO / FLAMENGO

Os outros dois casos são de Diego Ribas e Lincoln. O camisa 10 da Gávea apresentou uma fratura ligamentar no tornozelo esquerdo, passou por cirurgia e é a maior esperança de retorno para os desafios que estão por vir – o atleta não vai a campo desde julho, quando enfrentou o Emelec pela Libertadores da América. Já o atacante, de apenas 18 anos, se recupera de uma lesão na coxa e é baixa há dois meses, desde o clássico contra o Botafogo, no dia 28 de julho.

Por: Coluna do Fla

FlaHoje:

Este site usa cookies!