domingo, setembro 27, 2020
Início Notícias "No futuro, vou tentar voltar ao Flamengo", revela Laprovittola.

“No futuro, vou tentar voltar ao Flamengo”, revela Laprovittola.

Foto: Divulgação / Site Oficial

GLOBO
ESPORTE
: Há um ano na Europa, onde atuou pelo Lietuvos Rytas, da Lituânia, e
agora joga pelo espanhol Estudiantes, Nicolas Laprovittola não esquece seus
dois anos no Rio de Janeiro. Além de estar em contato frequente com os
ex-companheiros de Flamengo, o argentino mantém como foto principal de seu
Twitter a Praia de Ipanema, onde gostava de fazer Stand Up Paddle. Em sua rede
social, é muito fácil observar referências ao Rubro-Negro, como no post
retuitado do NBB, destacando a vitória do clube da Gávea sobre o Bauru, no jogo
1 da decisão: “Isso aqui é Flamengo”, escreveu. O segundo embate
acontece na próxima quinta-feira, às 17h (de Brasília), com transmissão do
SporTV e tempo real do GloboEsporte.com.

– Sigo
o Flamengo pelo Twitter, internet, falo com o (José) Neto, com o Rodrigo
(auxiliar), com o Falcão (preparador físico), Olivinha, Gegê….É difícil
esquecer o Flamengo, tento apoiar meus amigos, ex-companheiros, porque só tenho
boas lembranças. Tenho saudade do Rio, do Flamengo, agradeço muito o carinho
que as pessoas têm pelo Nico. Sou muito feliz de ter sido jogador do Flamengo.
No futuro, vou tentar voltar – declarou o argentino, via telefone, à reportagem
do GloboEsporte.com.
A
torcida do fã alucinado pelo Boca Juniors, que aprendeu a apoiar e admirar o
Rubro-Negro, não se resume ao momento decisivo da competição. Em sua linha do
tempo, é possível ver mensagens constantes endereçadas aos jogadores e
torcedores, até mesmo nos momentos complicados, como a dura derrota para o
Bauru, no fim da partida do Final Four da Liga das Américas.

Quando eles perderem a Liga das Américas na semifinal, eu falei para o Neto que
o Flamengo é o melhor time da América. Mas a Liga das Américas é difícil, pois
são jogos decisivos o tempo todo, qualquer time pode ganhar. Sempre tive
confiança no Flamengo, pela qualidade dos jogadores e da comissão técnica. Eles
são vencedores. O Bauru tem um grande time, jogadores experientes, mas o
Flamengo é melhor time do que Bauru. Acho que vai ganhar – opinou.
Laprovittola
não conseguiu acompanhar o primeiro jogo da série, em Marília, pois estava
envolvido numa “decisão” contra o rebaixamento pela liga espanhola.
Porém, perguntou à reportagem quando seria o segundo encontrou para poder
assistir.
– Não
pude acompanhar o jogo, mas vi toda a série contra Mogi. Estou indo hoje
(terça-feira) para a Argentina, pois preciso resolver algumas questões quanto
ao meu passaporte italiano, mas vou assistir ao jogo na quinta.
Nico
está feliz na Europa, especialmente na Espanha, país que sempre sonhou em
jogar. Sua vida em Madri é ótima, mora num bairro pacato, próximo ao aeroporto
de Barajas. Quando tem tempo livre, procura acompanhar jogos do Campeonato
Espanhol de futebol de Real Madrid e Atlético de Madrid. Já foi ao Santiago
Bernabéu e ao Vicente Calderón e acredita que os atleticanos levarão o troféu
da Champions League diante dos merengues no próximo sábado. A TV Globo e o
GloboEsporte.com transmitem o jogo ao vivo, e o site também acompanha em Tempo
Real, com pré-jogo começando às 14h30 (de Brasília).
– Não
tenho uma preferência, mas acho que o Atlético (de Madri) vai ganhar, pela
paixão com que jogam, como brigam por todas as bolas. Estou querendo um pouco
mais que o Atlético vença. Apesar de ex-jogador do River Plate, tenho um
carinho pelo (Diego) Simeone (técnico do Atlético), gosto do jeito dele. Ele, aqui
na Espanha, é uma pessoa muito importante para todo mundo.
JOGOS OLÍMPICOS – REENCONTRO COM O RIO?
Em
agosto, Nico Laprovittola espera voltar ao Rio de Janeiro. Não para jogar pelo
Flamengo, clube que se despediu no dia 31 de julho de 2015, mas para defender
as cores da Argentina nas Olimpíadas. Presente no último Mundial e nas recentes
convocações do técnico Sergio Hernández, o armador tem grandes chances de fazer
parte do plantel – a lista ainda não foi divulgada. Caso isso se concretize, o
armador sonha em ver sua antiga torcida vestindo as cores da Argentina.
– Não
sei como vai ser, mas vou lembrar muito dos meus dois anos no Rio, onde curti
muito a vida carioca. Vai ser muito bonito com torcida brasileira. Estou
aguardando isso, quero ver meus amigos. É muito difícil um brasileiro torcer
para a Argentina no Brasil, mas as pessoas do Flamengo vão querer me ver bem,
jogando em alto nível pela Argentina. A torcida do Flamengo é de futebol,
quente e muito apaixonada. É difícil de igualar – elogiou Laprovittola, que
também enalteceu os fãs do Estudiantes, da Espanha, um dos mais fanáticos da
Europa, segundo o armador.
Entre
um treino e outro, o jogador espera ter tempo para dar um pulo no Leblon,
bairro onde morou, e matar a saudade de algo que aprendeu a amar em terras
cariocas.
– Aqui
(Madri), tentei conseguir açaí, mas é diferente, não é igual ao açaí do Leblon.
Quando eu for ao Brasil, vou matar saudade do açaí, espero que na vila olímpica
tenha açaí, preciso disso (risos).
Nico
Laprovittola não estará no Sul-Americano de basquete, mas se apresenta à
seleção no dia 1º de julho para iniciar os treinos. A lista definitiva dos
hermanos que vão disputar os Jogos Olímpicos não tem data definida
oficialmente.
PRIMEIRA TEMPORADA NA EUROPA É DEFINIDA
COMO “ESTRANHA”
O
sonho do mercado europeu fez com que Nico Laprovittola deixasse o Flamengo há
um ano. Inicialmente, seu destino foi a Lituânia, mas quatro meses depois
recebeu uma proposta e se transferiu para o Estudiantes, da Espanha. Porém, o
último sábado foi de tristeza para o argentino. A derrota fora de casa para o
lanterna Gipuzkoa por 78 a 73 rebaixou a equipe de Madri à segunda divisão da
liga espanhola.
– A
verdade é que foi uma temporada um pouco estranha para mim, mas acho que estou
encontrando um pouco as coisas que procurava. Atuar num time na Espanha,
demonstrar meu jogo, competir contra grandes jogadores, acho que tudo isso é
bom. Primeira imagem para as pessoas aqui foi boa, vou tentar continuar assim,
demonstrando meu basquete e ficar por muito tempo. Quero que minha carreira
continue crescendo – afirmou o agora camisa 10, que ainda tem um ano de
contrato com os Estudiantes, mas não sabe se permanecerá por conta do
rebaixamento à segunda divisão.

MAIS LIDOS

Dome se diz “extremamente orgulhoso” da atuação do Fla após empate

Ausente no empate em 1 a 1 diante do Palmeiras, na tarde deste domingo (27), Domènec Torrent, afastado por estar infectado pelo novo coronavírus,...

Torcida do Palmeiras pede a cabeça de Luxa após empate; veja os comentários

O Flamengo entrou em campo na tarde deste domingo, diante do Palmeiras, no Allianz Parque. O Rubro-negro viu o time paulista abrir o placar, entretanto,...

Jordi Guerrero rasga elogios a Base do Fla: “Estavam preparados para jogar”

Jordi Guerrero, substituto de Domènec Torrent na tarde deste domingo diante do Palmeiras, onde a equipe saiu de campo com um empate em 1...

Lincoln cutuca o Palmeiras após grande atuação

O Flamengo entrou em campo na tarde deste domingo, em jogo contra o Palmeiras. O confronto pelo Campeonato Brasileiro por pouco não saiu do...