sábado, setembro 26, 2020
Início Notícias Nos braços da Nação.

Nos braços da Nação.

Foto: Pedro Ainbinder/@iFlamengoNews

CARIOCA
BOM DE BOLA
: Kelwin Lucas

Ele
chegou! Diego chegou ao Flamengo e da forma mais inesquecível que o jogador e o
clube poderiam imaginar. Após 12 anos na Europa, a maioria deles jogando um
futebol de alto nível, o menino que saiu do Brasil com apenas 19 anos, voltou.
Voltou como homem, renomado, com gols, assistências, títulos e um currículo
invejável.
Parecia
impossível! Afinal, por muitos anos que vemos a maioria dos grandes clubes
brasileiros tentando a contratação do atleta, inclusive o Flamengo. A diretoria
rubro-negra foi gigante, a nação rubro-negra, mais ainda, e no fundo valeu a
vontade do jogador em brilhar no Clube de Regatas do Flamengo.
Me
parece que “suou um tom de inveja” por parte dos torcedores dos
outros clubes. Todos queriam o Diego, mas, Flamengo o possui. Sabemos que a
idade do jogador não será problema, poucas foram as lesões em sua carreira.
Diego tem futebol para dar e vender. Aos 31 anos, o jogador vem com uma
responsabilidade muito grande, ser ”o cara” do time, o 10 que a torcida tanto
clamou, enfim chegou.
Não
deixa de ser uma aposta, mas uma aposta necessária. O nível do nosso futebol é
de mediano para ruim, então, Diego com sua qualidade técnica refinada e logo
logo fisicamente também em grande forma, tem tudo para dar certo. O Flamengo
foi GIGANTE na contratação do atleta, gigante como sempre deve ser. O elenco
está recheado de bons jogadores, Zé Ricardo terá uma dor de cabeça sadia.

várias formas do meia atuar, a mais lógica é num 4-2-3-1, armando o jogo pelo
meio e encostando no Guerrero. O atleta é o meio-campo que chega para concluir,
armar chances de gols para seus companheiros, e, “incendiar a
torcida”. Belo de um jogador é o Diego.
A
festa que hoje pudemos ter a oportunidade de presenciar no aeroporto Santos
Dumont foi de arrepiar, foi emocionante, foi Flamengo. O Dia 20/07/2016 já está
marcado na história do clube e do atleta. O dia em que vimos uma espécie de um
casamento perfeito dentro do futebol. Nos resta saber como será a vida de ambos
daqui para frente. O futebol carece por ídolos, o Flamengo carece por ídolos.
Viver sem títulos é até possível, mas, sem ídolos não. Diego chega neste
patamar, mas a verdade é que será preciso fazer muito para tal.
Seja
bem-vindo, Diego Ribas! Honre o manto, escreva a sua história, traga títulos
para esta nação que te recebeu de braços abertos.

MAIS LIDOS

UFC 253 ao vivo: Adesanya x Borrachinha

O fim de semana terá muitos eventos esportivos ao vivo. Um dos mais esperados é o UFC 253 ao vivo, onde envolve o brasileiro Paulo...

Palmeiras x Flamengo é suspenso

O jogo entre Palmeiras x Flamengo, que iria acontecer neste domingo, está suspenso. O Sindiclubes, sindicato que representa os atletas do Rio, entrou na...

Surto na dupla Fla-Flu escancara realidade da CBF

Após o Flamengo apresentar um surto de covid-19, é a vez do Fluminense passar pela mesma situação. Na noite de ontem, nove jogadores testaram...

Escalação do Flamengo contra o Palmeiras

Mesmo com todas as tentativas do Flamengo, o Rubro-negro irá entrar em campo na tarde deste domingo, no jogo contra o Palmeiras. O confronto é histórico porque o...