sexta-feira, setembro 25, 2020
Início Notícias O confuso calote do Salgueiro sobre o Flamengo.

O confuso calote do Salgueiro sobre o Flamengo.

Teoria
dos Jogos – Havia uma interessante expectativa em torno do jogo entre Salgueiro
e Flamengo, pela 2ª fase da Copa do Brasil. O chamado “Carcará” – força em
ascensão no futebol pernambucano – fazia o que se considerava a maior partida
de sua breve década de história. O Flamengo, enorme onde quer que passe,
arrastou multidões desde o desembarque em Juazeiro do Norte (Ceará) até o
sertão pernambucano. Havendo ainda dúvidas quanto ao seu desempenho, por conta
da eliminação diante do Vasco no Campeonato Carioca.
Em
campo deu a lógica: Fla 2 x 0, classificação garantida pela regra das primeiras
etapas da Copa do Brasil. A mesma que diz que o mandante só fica com 100% da
renda caso garanta o jogo de volta. Se não acontecer (como ontem), o visitante
abocanha nada menos que 60% da renda da partida.
E que
renda. Acostumado a cobrar até R$ 3 pelos ingressos, ontem o Salgueiro
capitalizou em grau máximo. Cobrando R$ 100 da sua torcida (primeiro lote) e R$
200 dos visitantes (2º lote, também destinado aos locais), o clube poderia até
entrar para o ranking das maiores rendas da história do futebol pernambucano –
lista dominada pelo trio da capital. Infelizmente, ao final da partida estes
recursos se tornaram fruto de discórdia entre as diretorias.
Tudo
porque o borderô oficial teria apontado meros 4.900 pagantes em meio a 12.000
ingressos postos à venda. Mesmo com um Cornélio de Barros quase lotado. Segundo
o Globoesporte.com, diante da possibilidade de evasão de renda, o chefe de
segurança do Flamengo não recolheu os 60% a que tinha direito, prometendo
reclamação formal diante da CBF.
A
título de comparação, o Blog Teoria dos Jogos selecionou imagens do último jogo
do Salgueiro como mandante, domingo passado, diante do Sport. Válida pelas
semifinais do Campeonato Pernambucano, a partida também recebeu excelente
público – oficialmente 9.307 pagantes (renda de R$ 137.660,00).

O
comparecimento da torcida do Salgueiro pareceu o mesmo, sendo a única diferença
o maior número de flamenguistas (quando comparados aos visitantes do Sport). Em
compensação, o espaço destinado aos visitantes era maior, acarretando certo
espaço vazio. Durante a transmissão, percebeu-se que a maior parte dos
rubro-negros se infiltrou entre os carcarás, a quem os ingressos saíram mais em
conta.
Na
manhã de hoje, jornalistas locais divulgaram que o público teria sido de 7.553
pagantes, com renda de R$ 570.200,00. Segundo os mesmos, a razão da discórdia
seria a recusa do Flamengo em assinar o recibo para retirada do dinheiro.
Ao
falarmos de centenas de milhares de reais, é imprescindível que não haja
qualquer dúvida com relação ao rateio – um direito dos clubes. Até a publicação
deste texto, o borderô oficial não havia sido publicado no site da CBF, como de
costume. Parecem haver poucas evidências que justifiquem discrepâncias muito
grandes entre o número de pagantes.
Com a
palavra, as autoridades.
Um
grande abraço e saudações!
E-mail
da coluna: [email protected]
Siga
@vpaiva_btj

MAIS LIDOS

Conmebol nega pedido do Fla para inscrever mais dez atletas na Libertadores

O Flamengo sofre com o surto de contaminação pelo novo coronavírus instalado no clube. 16 jogadores pegaram Covid-19 nos últimos dias e a equipe...

Jair Ventura pede atacante do Flamengo pagando 100% do salário

O Flamengo possui um dos times mais qualificados do futebol sul-americano. Com tamanha qualidade técnica, é certo que muitos jovens atletas não terão a...

Cada um pensando em seu próprio umbigo

Muito do que tem acontecido nas últimas horas no futebol brasileiro serve para reforçar algo que já é histórico em relação a nossos dirigentes:...

Dirigente espera poder contar com atletas infectados na quarta

O Flamengo está passando por um surto de covid-19 em seu elenco. Ao todo, são 23 casos, inclusive entre comissão técnica e dirigentes. O...