terça-feira, setembro 29, 2020
Início Notícias O Flamengo e a Gestão no Futebol Brasileiro.

O Flamengo e a Gestão no Futebol Brasileiro.

Brasil
Sports Market – É sabido que, em termos de gestão, o futebol brasileiro é digno
de pena. A gestão dos clubes de futebol no Brasil é arcaica, ultrapassada e
ineficaz.
Dentro
deste quadro de mediocridade geral, é digno de aplausos o esforço que o Clube
de Regatas do Flamengo empreende para melhorar seu modelo de governança. Ações
desenvolvidas pelos executivos do clube da Gávea merecem destaque, a saber:
Gestão
financeira eficaz – mecanismos simples de administração financeira, como ações
para equilibrar o fluxo de caixa, troca de dívidas caras por dívidas baratas e
esforço para conhecer o tamanho do endividamento, foram procedidos. O resultado
é que, em pouco mais de dois anos, o clube reduziu seu total de dívidas em
quase 200 milhões de reais.
Marketing
consequente – sabedor da força de sua marca, o rubro negro não esperou que os
patrocinadores viessem até o clube. A agremiação foi buscar os patrocinadores,
lhes ofertar projetos de patrocínio que se harmonizassem com a cultura do
clube. O resultado foi a emergência de uma situação com algumas dezenas de
patrocinadores contemplados.
Ousadia
para buscar alternativas em eventos – ao ser o principal articulador da Liga
Sul – Minas – Rio, recém criada, a entidade mostra empenho para construir algo
alternativo em relação aos infrutíferos, arcaicos e deficitários campeonatos
estaduais, na expectativa de se gerar mais recursos financeiros, maior
prosperidade, para os clubes envolvidos na liga.

quem queira desmerecer o trabalho, digno de aplausos, argumentando que o clube
só consegue êxito nessas ações por possuir maiores cotas de transmissão de
jogos do que clubes coirmãos. Duplamente errado: em primeiro lugar, porque o
Flamengo sempre recebeu cotas maiores que a maioria dos demais clubes e, nem
por isso, promovia as saudáveis práticas, em épocas passadas; em segundo lugar,
porque há clubes que recebem cotas iguais ou próximas ao vermelho e preto, e
nem por isso empreenderam ações semelhantes. O Flamengo está sabendo fazer
melhor uso do que tem que os outros clubes. Simples como isso.
A
esperança que se tem é que os demais grandes clubes brasileiros entendam a
experiência rubro negra, e promovam algo parecido. Seria muito bom para o
futebol brasileiro.
Luis
Filipe Chateaubriand é membro do Bom Senso Futebol Clube e autor do Livro “Um
Calendário de Bom Senso para o Futebol Brasileiro”. As opiniões aqui arroladas
refletem o pensamento do autor, não do Bom Senso Futebol Clube.

MAIS LIDOS

Paquetá é vendido pelo Milan e Fla receberá milhões

O Flamengo fez muitas negociações ao longo dos últimos anos com o futebol europeu. Uma das maiores negociações foi o meia atacante Paquetá, jogador que foi...

Libertadores: Gabigol deve jogar contra o Del Valle

O Flamengo tem amanhã, quarta-feira, um dos jogos mais importantes da temporada. O Rubro-negro mede forças com o Independiente del Valle, em jogo válido pela quinta rodada...

Flamengo consegue novo patrocinador; ganho será milionáro

O Flamengo continua sendo o clube mais procurado no futebol brasileiro em questão de patrocínios. O Rubro-negro já recebe uma bolada do banco BRB, enquanto...

Grupo City fica perto de contratar Lincoln

O Fla hoje possui uma das bases mais promissoras do futebol sul-americano. Ao longo dos últimos anos, vários atletas de muita qualidade técnica foram negociados...