O time que se nega a perder: As notas de Flamengo 2 x 2 Inter

O Flamengo empatou na noite de ontem com o Internacional no Beira Rio. Apesar de perder a oportunidade de assumir a liderança da competição, fica a boa sensação de quem foi superior boa parte do jogo, mas se viu complicar por erros banais e individuais. Além disso, fica a boa imagem do Flamengo que se recusa a perder, mesmo que seja no último segundo, na última gota de suor. Essa característica, presente em 2019, voltou, um ótimo sinal.

Confira agora as notas da partida:

Neneca – 7,0

Quando exigido foi muito bem, fez defesas complicadas durante a partida, em especial no primeiro tempo, quando de fato o Inter jogou para vencer. Não teve responsabilidade nos dois gols sofridos;

Isla – 5,0

Isla foi bem no apoio, e se não fosse sua falha no gol, teria tido um jogo apenas regular, nota 6, mas é impossível dar essa nota após o erro grosseiro no primeiro gol do Inter. Errou mais que o costume também em outras jogadas;

Gustavo Henrique – 5,0

Gustavo conseguiu a proeza de cometer falha mais inexplicável que a de Isla. Com três jogadores em sua linha de passe, ele deu uma bicuda para trás, entregando a bola de presente para Thiago Galhardo. Mas, o zagueiro ainda teria o jogo todo para se recuperar, certo? Sim, e de fato, assim como o Isla, fez um restante de partida razoável apenas. Mas incomoda sua fragilidade em lances de velocidade;

Natan – 6,5

O melhor da linha de quatro da defesa, Natan foi firme nas divididas, bem na bola aérea e suportou bem a marcação adiantada, apesar de assustar em alguns momentos;

Filipe Luís – 5,5

Apagado pela marcação nas beiradas, Filipe praticamente não ousou chegar no campo de defesa adversário, e quando chegou, errou praticamente todos os cruzamentos que tentou. Não conseguiu fortalecer o meio como de costume, até pela marcação já citada. Seu futebol foi abaixo;

Thiago Maia – 6,5

Thiago no geral teve partida boa na marcação, calma após levar o amarelo e não se complica e razoável saída de bola. O problema é que hoje o Flamengo necessitava de uma saída de bola de maior qualidade, e não razoável. Thiago errou muitos passes, não conseguiu rodar a bola como o Flamengo precisava e isso obrigou Dome a puxar Gérson novamente pelo meio (apesar de Gérson também não ter conseguido render bem por ali hoje);

Arão – 6,0

O Arão fez partida regularmente boa, conseguiu ajudar bastante na marcação, pecou no passe em alguns momentos, assim como todo o time. Apesar de ser mais fixo, falta ao Arão de 2020 a entrada na área, em jogadas aéreas, poderia voltar a fazer isso, de forma organizada;

Gérson – 7,5

Não teve primeiro tempo muito participativo, a posição pela esquerda não funcionou para ele hoje. Mas ainda sim tentou ao máximo ser participativo. No segundo tempo Gérson comeu a bola, criou muito na frente e salvou um gol colorado atrás. Deu a assistência para o empate de Everton Ribeiro;

Everton Ribeiro – 6,5

Longe de ser o Everton Ribeiro que estamos acostumados, o camisa 7 da gávea teve partida no geral apagada. Mas o grande jogador cresce em momentos chave, e foi justamente nos últimos 15 minutos de jogo que Everton chamou o jogo, puxando bolas para a canhotinha, e entrando na área, como um centroavante, para empatar;

Vitinho – 6,0

Vitinho fez um jogo muito participativo, mais uma vez. Porém, assim como todo o time do Flamengo no primeiro tempo, demorou a encaixar no jogo. Quando no segundo tempo, o camisa onze precisou ir a ponta esquerda, voltamos ao Vitinho que pouco produzia de antes, apesar dele tentar bastante (muito mais que em tempos anteriores). No geral, uma partida média para boa;

Pedro – 8,5

O que o Pedro joga é sacanagem. Perfeito na frente, Pedro prendeu bola, partiu em velocidade, fez pivô, gol, tentou dar assistência, tentou TUDO! Pedro parece um sistema ofensivo de um jogador só, o que ele produz para a equipe é um absurdo, e tudo isso sozinho! Gabigol é ídolo e continuará sendo, mas teremos uma “luta pela posição”, seja como centroavante ou de Gabigol com Bruno Henrique. Porque, da forma como está, o Pedro não sai.

Os jogadores que entraram, tiveram pouco tempo, sem nota.

Domenec – 7,0

Fez o possível diante dos desfalques, tentou de forma válida Gérson pela esquerda, mas hoje deu errado. Apesar do erro, conseguiu ler o jogo e identificar que ele precisava voltar a posição, deu certo. Não mexeu na equipe simplesmente porque o Flamengo estava bem no jogo, melhor que o Inter, e também, não tinha grandes opções na reserva hoje.

Leia também: Diego Alves não renova e recebe sondagens da Europa 

Veja também: Com gol no fim, Flamengo empata com o Internacional por 2 a 2 em jogo eletrizante

Por: FlaHoje
Aloizio Pita de Castro Jr
Aloizio Pita de Castro Jr
Um grande amante do futebol e principalmente do Flamengo. Redator com grande experiência e trabalhos em outros grandes portais. Hoje estou no Fla hoje.

MAIS LIDOS

Ribamar faz jogo horroroso e flamenguistas brincam: ”Pior que Vitinho”

A quinta-feira foi de futebol. No Rio de Janeiro, o Vasco da Gama mediu forças diante do Defensa y Justicia, em duelo válido pela...

Marí retorna de lesão e faz gol pelo Arsenal

Pablo Marí ficou alguns dias lesionado pelo Arsenal. O zagueiro que rendeu aos cofres rubro-negros cerca de 95 milhões de reais, logo que chegou...

Flamengo pede e CBF libera Natan para partidas do Brasileirão

O Flamengo solicitou nos últimos dias a CBF a liberação do seu zagueiro da base de maior potencial. O jovem Natan se destacou com...

Adeus: Fla vende jogador por R$ 20 milhões

O Flamengo está vivendo um dos momentos mais complicados do mandado de Rodolfo Landim. O Rubro-negro foi eliminado da Liberadores da América e deixou...