Para Gilmar Ferreira, Flamengo gasta muito para poucos títulos.

Presidente do Flamengo comemorando título de campeão com jogadores – Foto: Gilvan de Souza

GILMAR
FERREIRA
: E que elenco montou o Flamengo, não é mesmo?

Com a
chegada do último lote (Rodolfo, Everton Ribeiro e Geuvânio) deduzo ser
possível a formação de três equipes, uma delas, evidentemente, com o
aproveitamento dos “pratas da casa”.
E
ainda que esteja nos planos da diretoria se livrar daqueles que não atenderam
às expectativas, o fato é que hoje Zé Ricardo talvez seja o único técnico no
Brasil a não se queixar da falta de peças para a engrenagem.
O que
aumenta a pressão sobre ele, responsável pela escolha dos 14 de cada jogo…
NO
PAPEL, são pelo menos dois times bem competitivos: o primeiro poderia ser
Thiago, Pará, Rever, Rodolfo e Trauco; Cuellar, Arão, Diego e Éverton Ribeiro;
Geuvânio e Guerrero.
E o
outro: Muralha; Rodinei, Vaz, Juan e Renê; Márcio Araújo, Rômulo, Conca e
Everton; Berrío e Leandro Damião.
Que
tais?
E a
sobra ainda permitiria uma terceira formação, com improvisos, é claro: César,
Gabriel, Leo Duarte, Donatti e Moraes; Ronaldo, Mancuello, Ederson e Lucas
Paquetá; Vinicius Júnior e Vizeu.
Tem time
neste Brasileiro bem mais fraco…
O
FLAMENGO tem 29 jogos a cumprir no Brasileiro e pode ter mais dezesseis (seis
pela Copa do Brasil e dez pela Sul-Americana) até dezembro.
E ao
final dessas 45 partidas, o clube tem de ter atingido duas metas: um título e a
vaga na Libertadores de 2018, último ano da gestão de Bandeira de Mello.
O
cartola não poderá concorrer à nova reeleição, mas seu grupo (SóFla) quer fazer
o próximo presidente.
Ex-aliados,
como Luiz Eduardo Baptista, o BAP, têm se mostrado vigilantes nas redes
sociais, e os grupos FAT (Flamengo Acima de Tudo) e União Rubro-Negra trabalham
internamente.
LEVANTAMENTO
do repórter Rafael Zarko, publicado no site GloboEsporte.Com, mostra que para
chegar até aqui, a administração Bandeira de Mello investiu na contratação de
62 jogadores.
E que
foram gastos algo em torno de R$ 115 milhões em cinco anos de gestão, com média
de R$ 23 milhões e doze jogadores por ano _ tipo R$ 1,9 por cada um.
E o
que ganhou o Flamengo desde então?
A Copa
do Brasil de 2013 e os Estaduais de 2014 e de 2017 _ este conquistado de forma
invicta!
Mas é
realmente pouco para tanto dinheiro gasto…

Compartilhe

O FlaHoje é um portal eletrônico de notícias voltado exclusivamente os torcedores do Flamengo. Nosso objetivo é mostrar as principais notícias com qualidade, rapidez e imparcialidade, focando notícias do nosso time favorito, o Rubro-Negro.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.