Para Gilmar Ferreira, Zé Ricardo será o próximo a ser demitido.

Zé Ricardo, técnico do Flamengo – Foto: Gilvan de Souza

GILMAR
FERREIRA
: A demissão de Dorival Júnior, que estava há 23 meses no comando do
Santos, provoca reflexão interessante.

Primeiro,
porque é o segundo treinador, em quatro rodadas do Brasileiro, a perdeu o
emprego com aproveitamento superior a 60%.
O
técnico que evitou o rebaixamento do clube em julho de 2015 e o levou ao
segundo lugar na edição de 2016 _ venceu 74 e perdeu 28 dos 128 jogos que fez.
A
história repete a injustiça que o Palmeiras fez com Eduardo Baptista, demitido
às vésperas do ínicio da competição, há um mês, após 150 dias de trabaho.
O
técnico, agora no comando do Atlético-PR, tinha 66,6% de aproveitamento, com 14
vitórias em 23 jogos _ eram só quatro empates e cinco derrotas.
Isso
mostra que os resultados não são o parâmetro decisivo na avaliação dos
trabalhos dos técnicos no Brasil.

outras variáveis nos planos estratégicos das diretorias que acabam sendo
levados em consideração.
E
dentre eles o bom relacionamento com conselheiros, opinião pública e parceiros
igualmente estratégicos.
O
profissionalismo dos dirigentes, ao contrário que apregoam, não resiste ao
boicote de meia dúzia de atletas _ ou à pressão de uma dezena de chefes de
torcida.
Não
concordo com essa prática, embora admita que em determinados casos ela até
obtenha relativo sucesso.
Mas é
assim que costuma funcionar _ e pronto.
E
sendo assim, ao analisarmos cenário, começo a enxergar que o próximo a sofrer
injustiça será o técnico do Flamengo, Zé Ricardo.
Porque
o aproveitamento de 56,3% de vitórias (40) nos 71 jogos à frente do time não
parece suficiente para amainar a ira dos rubro-negros.
A
impressão é de que a ansiedade de muitos gira em torno do tropeço que
justifique o clamor pela demissão do treinador.
A cada
jogo, por um motivo diferente _ não importando se o time venceu ou perdeu.
Aliás,
o Flamengo de Zé Ricardo ainda não perdeu no Brasileiro.
Mas a
rodada mal havia terminado e já me avisavam pelas redes sociais que o Flamengo
era o único, entre os dez primeiros, a não ter vencido como mandante.
Sendo
assim, percebendo o quão descartável é o trabalho de um treinador na linha do
tempo de uma grande equipe, já lamento por Zé Ricardo.
Está
tudo muito bem desenhado…
Compartilhe

O FlaHoje é um portal eletrônico de notícias voltado exclusivamente os torcedores do Flamengo. Nosso objetivo é mostrar as principais notícias com qualidade, rapidez e imparcialidade, focando notícias do nosso time favorito, o Rubro-Negro.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.