sábado, setembro 26, 2020
Início Notícias Para o Flamengo, CBF está sendo manipulada pela FERJ.

Para o Flamengo, CBF está sendo manipulada pela FERJ.

Foto: Pablo Jacob / Agência O Globo

O GLOBO: O presidente do Flamengo Eduardo Bandeira de Mello
classificou como “maliciosa” e “grosseira” a acusação do secretário-geral CBF,
Walter Feldman, de que o clube tenta uma “canetada” para mudar a sede do clube
no Brasileiro para Brasília. A declaração do dirigente de Feldman foi feita em
debate com o consultor de gestão esportiva Amir Somoggi na Rádio CBN, neste
domingo. Na sexta-feira, a confederação informou ao rubro-negro que o pedido de
ter uma sede alternativa ao Rio, feito em novembro passada, não seria aceito. A
partir das 16h deste domingo, torcedores do Flamengo organizam um protesto no
Twitter contra a CBF.

— O Flamengo não quer passar por cima dos diretos dos
clubes visitantes. Muito menos através de uma canetada, que aliás eu considero
um termo grosseiro, mas grosseria é algo com que eu venho tentando me acostumar
— disse Bandeira de Mello.

— Essa história toda de direito dos clubes
visitantes e Regulamento Geral de Competições nada mais é uma tentativa de
esconder o fato de que a CBF nesse caso agiu por determinação da Federação do
Rio de Janeiro. Eu espero que seja só nesse caso, mas apenas espero.

Confira
na íntegra a resposta do presidente do Flamengo enviado em áudio para a
imprensa:
— O Flamengo não quer passar por cima dos diretos dos
clubes visitantes. Muito menos através de uma canetada, que aliás eu considero
um termo grosseiro, mas grosseria é algo com que eu venho tentando me
acostumar. O que Flamengo e Fluminense postularam em vista da indisponibilidade
de estádios no Rio em 2016 capaz de abrigar públicos expressivos, foi a
substituição temporária em sua sede do Rio para outra praça, que depois
definimos que seria Brasília. Não seria necessário mudar o regulamento de
competições. Tudo o que vale para a nossa sede permanente no Rio de Janeiro
valeria também para Brasília, inclusive quanto aos direitos de clubes
visitantes e federações. Vou desenhar: caso o Flamengo ao longo da competição
quisesse mandar algum jogo fora de Brasília, teria que negociar com federações
e clubes visitantes assim como qualquer clube e a qualquer tempo. Por que
fizemos esse pedido? Para poder evitar o desgaste logístico e os prejuízos
financeiros que a negociação jogo a jogo certamente trará. Pior que tudo isso
foi a decepção com a postura da CBF. Todos os argumentos apresentados hoje
poderiam ter sido dados em outubro ou novembro do ano passado quando fizemos o
pedido. Só que na ocasião recebemos a sinalização de que o pedido e que seria
atendido. O que mudou de lá pra cá? Que força poderosa foi essa que de dia para
noite muda um parecer técnico e jurídico que já estava definido e só precisava
de formalização? Na sexta-feira, quando eu comuniquei ao secretário-geral
Walter Feldman que teria uma reunião com o governador de Brasília, ele me pediu
que ligasse do gabinete do governador e que ele poderia dar uma boa notícia,
que estaria negociando com o presidente da Federação do Rio. Ou seja, essa
história toda de direito dos clubes visitantes e Regulamento Geral de
Competições nada mais é uma tentativa de esconder o fato de que a CBF nesse
caso agiu por determinação da Federação do Rio de Janeiro. Eu espero que seja
só nesse caso, mas apenas espero.

MAIS LIDOS

César não viaja para São Paulo e desfalca Flamengo

O Tribunal Regional do Trabalho do Rio de Janeiro suspendeu a partida do Flamengo diante do Palmeiras deste domingo. Por não ser uma decisão...

Palmeiras ameaça paralizar o Brasileirão e torcida do Fla não deixa barato

O Flamengo está com vários atletas contaminados, além de dirigentes e membros da comissão técnica. Com o jogo marcado contra o Palmeiras neste domingo,...

UFC 253 ao vivo: Adesanya x Borrachinha

O fim de semana terá muitos eventos esportivos ao vivo. Um dos mais esperados é o UFC 253 ao vivo, onde envolve o brasileiro Paulo...

Palmeiras x Flamengo é suspenso

O jogo entre Palmeiras x Flamengo, que iria acontecer neste domingo, está suspenso. O Sindiclubes, sindicato que representa os atletas do Rio, entrou na...