Para reduzir ingresso, Flamengo avalia limitar meia-entrada na Ilha.

Torcida do Flamengo fazendo a festa na Ilha do Urubu – Foto: Gilvan de Souza

EXTRA
GLOBO:
A diretoria do Flamengo vai rever o preço dos ingressos praticados na
Arena da Ilha. O valor mínimo de R$ 200 para o público em geral na partida
contra o São Paulo, domingo, pegou mal. Mesmo que a grande maioria do público
seja formada por sócios-torcedores, não há controle de documentação para
direito a meia-entrada garantido por lei. Ainda assim nenhum torcedor comum,
pelos borderôs, pagou a quantia mais alta contra Ponte Preta e Chapecoense.

A
precificação do ingresso foi feita baseando-se no pacote para os três primeiros
jogos. Depois deste terceiro jogo, a diretoria estuda nova lógica. Mesmo assim,
não explica o motivo de não fazer valer a lei que determina o máximo de 40% de
meia-entrada no evento. O borderô indica esmagadora maioria com o direito. O
clube também não explica o controle dos descontos nos planos de sócio-torcedor.
Até
agora são nove mil ingressos vendididos para o jogo de domingo. Com os
decontos, um sócio-torcedor paga até R$ 50, dependendo do plano. O valor do
ticket médio ainda assim não passa de R$ 60. Se os sócios-torcedores garantem
os preços mais baixos, a torcida como um todo praticamente fica excluída. E não
compra. Por isso, a diretoria estuda uma forma de beneficiar esse torcedor que
não é sócio.
O
próximo jogo na Arena da Ilha é contra o Grêmio, no outro domingo. Até lá,
novos valores devem ser divulgados. Nas redes sociais, os rubro-negros
reclamaram bastante, lembrando que o clube não é banco. As críticas foram feitas
também por sócios-torcedores, achando o valor alto. Quem não tem direito a meia
da meia, paga a metade por ser sócio, ou seja, o mínimo de R$ 100, no caso do
jogo com o São Paulo. Mesmo assim é quase ninguém.
Nas
primeiras partidas na Ilha, o estádio sequer encheu. Sinal de que o cálculo de
preço não foi correto. Quem normalmente passa os valores a serem praticados é o
diretor-geral Fred Luz, mas a assessoria do Flamengo informou que o diretor não
falaria antes de se reunir com o Conselho Diretor na Gávea. Em dois jogos no
estádio alugado, que custou quase R$ 15 milhões para reforma, o Flamengo já
arrecadou mais de R$ 1,5 milhão e venceu as partidas.

Por: FlaHoje

MAIS LIDOS

Ribamar faz jogo horroroso e flamenguistas brincam: ”Pior que Vitinho”

A quinta-feira foi de futebol. No Rio de Janeiro, o Vasco da Gama mediu forças diante do Defensa y Justicia, em duelo válido pela...

Marí retorna de lesão e faz gol pelo Arsenal

Pablo Marí ficou alguns dias lesionado pelo Arsenal. O zagueiro que rendeu aos cofres rubro-negros cerca de 95 milhões de reais, logo que chegou...

Flamengo pede e CBF libera Natan para partidas do Brasileirão

O Flamengo solicitou nos últimos dias a CBF a liberação do seu zagueiro da base de maior potencial. O jovem Natan se destacou com...

Adeus: Fla vende jogador por R$ 20 milhões

O Flamengo está vivendo um dos momentos mais complicados do mandado de Rodolfo Landim. O Rubro-negro foi eliminado da Liberadores da América e deixou...