Pedro e Gérson voando, Arão mal; Confira as notas da partida

Por: FlaHoje

O Flamengo venceu o Sport pela décima quarta rodada do Campeonato Brasileiro. Com gols de Pedro (2) e Gustavo Henrique, a equipe de Domenec fez o resultado no segundo tempo, e garantiu mais três pontos na competição. O Flamengo fica momentaneamente na vice liderança.

Com bastante dificuldade para criar jogadas no primeiro tempo. O rubro negro furou a retranca de Jair Ventura no segundo, e para isso, contou com excelentes atuações individuais. Confira agora as notas da partida.

Neneca – 7,0

Preciso absolutamente todas as vezes que a bola chegou nele. Neneca é um achado da base, na noite de hoje não complicou nas saídas de bola. Na bola aérea também se destacou bem, até pela altura e maior condição de jogo, adquirida em campo;

Maurício Isla – 6,5

Bem no apoio, Isla fez uma partida consistente apesar de em alguns momentos ser afobado e gerar espaços na defesa. Deu uma grande assistência para Pedro no primeiro tempo, mas o goleiro do Sport defendeu;

Gustavo Henrique – 7,0

Em campo especialmente por conta da bola aérea, Gustavo Henrique justificou a confiança com um gol de cabeça e vitória na maioria das bola aéreas na defesa do Flamengo. Com a defesa mais encaixada, não sofreu tanto pelos ataques em velocidade do adversário;

Natan – 7,5

Natan não aparenta ter a idade que possui de fato. Joga de forma muito segura, mas segura em um ponto de impressionar até os mais experientes. Perfeito por baixo, bem por cima e de saída de bola regular para boa durante a partida. Suas arrancadas da linha de defesa para o meio de campo chamam a atenção também, pela segunda partida seguida;

Filipe Luís – 7,0

Mais um que fez partida sólida. Filipe Luís chegou bem na frente, mais pelo centro de campo como sempre. Tentou dar mais qualidade e criatividade pelo meio, e em alguns momentos conseguiu fazer bem isso. Na defesa esteve bem, nenhuma jogada aconteceu em suas costas;

Arão – 5,5

Desatento no jogo, Arão por vezes parecia perdido no sistema. Hoje teoricamente ele tinha mais liberdade para descer, já que Thiago Maia era o primeiro volante. O Arão de dois anos atrás descia bem, mas o de hoje parece ter perdido essa virtude. Não conseguiu fazer nem um, nem outro;

Thiago Maia – 7,5

Ao contrário de seu companheiro de “volancia”, Thiago Maia fez grande partida. Conseguiu auxiliar o meio de campo na criação de jogadas e ao mesmo tempo fez boa atuação defensiva. Foram incontáveis roubadas de bola, duas delas em contra ataques perigosos do Sport;

Gérson – 8,0

Gérson é um “deboche”. Partida monumental, tanto na frente quanto atrás, Gérson mais uma vez parecia onipresente em campo. Foi fundamental para o time na criação das jogadas, além disso consegue ditar muito bem o ritmo do jogo, como em momentos que precisa segurar mais a bola. Talvez tenha pecado inclusive, por reter ela demais no primeiro tempo, mas nada prejudicial;

Diego – 6,5

O responsável por fazer a bola rodar com velocidade, Diego não conseguiu fazer isso no primeiro tempo. Muito pelo contrário, mais uma vez o meia acaba pecando pela demora em soltar a bola e pelo tempo que fica com ela em seus pés. Falta uma tomada mais rápida de decisões. Mas sua avaliação melhora no segundo tempo, quando aí sim, começa a soltar a bola com maior velocidade e a equipe sobe a produção. Diego é útil demais para o elenco se compreender que precisa prender menos a bola;

Bruno Henrique – 7,0

Bruno tentou jogadas de velocidade, entrada na área com toques de bola e entradas na área para cabeceio, mas no primeiro tempo nada feito. Já no segundo seu rendimento subiu, assim como o de todo time. E ele pôde aproveitar de um meio de campo mais “vivo”. Preocupado apenas em atacar e não em criar…Bruno conseguiu dar assistências, irônico não? Em duas delas, Pedro balançou as redes;

Pedro – 8,5

O melhor em campo mais uma vez, Pedro é um bom problema para Domenec quando Gabigol voltar. O centroavante tem muita presença de área e fede a gol. Mas não é só isso, fez o pivô com muita qualidade e tem condições técnicas de sair da área para criar jogadas. Fez hoje uma atuação espetacular, mesmo no primeiro tempo, fez o que foi possível;

Os atletas que entraram no segundo tempo (Matheusinho, Renê, Pepê, Lincoln e Vitinho) tiveram pouco tempo, fecham sem nota.

Domenec Torrent – 7,5

Não inventou, manteve a estrutura do time com os dois meia abertos e dois volantes. Teve inteligência para no intervalo não trocar peças, e sim como elas se moviam em campo, e isso trouxe um Flamengo totalmente diferente para o segundo tempo. Demorou para alterar no segundo tempo, e poderia ter aproveitado melhor o contra ataque com Michael, Pedro Rocha ou Guilherme Bala.

Leia também: Após atuação impecável de Pedro, torcida manda recado para Gabigol

 

Aloizio Pita de Castro Jr
Aloizio Pita de Castro Jr
Um grande amante do futebol e principalmente do Flamengo. Redator com grande experiência e trabalhos em outros grandes portais. Hoje estou no Fla hoje.

MAIS LIDOS

Paulinho é contrato por time do Espirito Santo

O Flamengo teve nomes que não se destacaram muito ao longo dos últimos anos. Entretanto, alguns atletas ficaram marcados de alguma forma com a...

Dirigente do Atlético-MG ataca Flamengo por posição na CBF

O dirigente do Atlético-MG, Lásaro Cândido, usou de suas redes sociais para reclamar (mais uma vez), de arbitragem. E mesmo que seu clube já...

Presidente do Inter detona escala do VAR no duelo contra o Fla

O Flamengo tem jogo válido pela Libertadores nesta quarta-feira, entretanto, como o Rubro-negro já está classificado e não tem mais chances de ser o...

Novo patrocinador deve pagar quantia milionária ao Fla

O Flamengo continua sendo o clube brasileiro mais procurado por patrocinadores. O grande campeão da temporada passada vê o seu prestígio aumentar ainda mais...