sábado, setembro 19, 2020
Início Notícias Pelo G4, meia do Flamengo mantém cabeça erguida.

Pelo G4, meia do Flamengo mantém cabeça erguida.

GLOBO
ESPORTE – O revés em casa diante do Internacional foi amenizado tanto pelo
técnico Oswaldo de Oliveira, quanto pelos jogadores rubro-negros, que
ressaltaram o maior número de oportunidades criados pela equipe que, no
entanto, não aproveitou. Para Alan Patrick, faltou tranquilidade nas
conclusões. Só Paolo Guerrero, o camisa 9, perdeu quatro oportunidades. Para o
jovem lateral Jorge, “está dando um apagão” no Flamengo, que na
rodada anterior também foi derrotado, por 3 a 0, pelo Figueirense.

Pecamos. Tivemos bastante oportunidades. Faltou um pouco de tranquilidade para
fazer o gol. O Inter é uma equipe de qualidade. Mas vale ressaltar que o
Flamengo tentou de todas as formas, mas infelizmente não conseguiu. Faltam sete
jogos ainda – analisou Alan Patrick, em entrevista ao SporTv.
Jorge
vê de outra forma. Acredita que a equipe está perdendo a concentração em
determinados momentos das partidas:

Está dando um apagão. Resultado que não queríamos. Teremos mais um jogo
difícil, mas vamos tentar ganhar o Corinthians lá dentro – disse o jogador à
Rádio Globo.

MAIS LIDOS

Os pecados da diretoria na escolha do novo treinador

A diretoria rubro-negra logo que informada da saída de Jorge Jesus, deixou algo bem claro, gostaria de contar novamente com um estrangeiro. Tal decisão...

Opinião: Dias contados para Domenec no Flamengo

Uma derrota vexatória diante do Independiente Del Valle, uma atuação totalmente desinteressada e uma torcida que perdeu a paciência, esses e outros fatores apontam...

Jorge Jesus é relembrado por torcedores do Flamengo após goleada

Jorge Jesus marcou seu nome na história do futebol brasileiro e do Flamengo. Com cinco títulos na bagagem, o português deixou o Mais Querido...

Fla: Comentarista faz duras críticas à Domènec após goleada

A goleada sofrida pelo Fla na última quinta-feira (17), por 5 a 0, contra o Independiente Del Valle, do Equador, fez com que muitas...