Publicidade

Pênalti de Arão é ironizado por Tabet; Assista

Publicidade

O Flamengo mediu forças com o Racing na última terça-feira, sendo eliminado da Libertadores após as disputadas das penalidades máximas. Com o resultado, a crise no Rubro-negro chegou a um patamar ainda não visto por Rodolfo Landim na sua gestão. O herói do empate, William Arão, foi o único jogador do Flamengo a perder a penalidade.

O jogador foi muito criticado pela forma que cobrou a penalidade máxima. Em participação da live do canal dos jornalistas Arnaldo Ribeiro e Edu Tironi, Antonio Tabet, que trabalhou no Flamengo por três anos, criticou o jogador.

A derrota do Flamengo foi uma junção de fatores. Não foi no pênalti do Arão hoje, apesar dele ser, sim, uma caveira de burro enterrado nas entranhas do Flamengo. Vários times tem isso, aquele jogador que você vê e pensa que, com esse cara, não vai pra frente. O Flamengo foi campeão da Libertadores quando o Arão saiu de campo e entrou o Diego. É impressionante a força da zicagem. Quando ele faz o gol que é o gol da enorme carreira dele no Flamengo, ele vai e bate o pênalti igual um garoto da primeira série. Pareceu o meu filho quando tinha seis anos, saiu correndo e deu um bico”, disse.

William Arão era um dos jogadores mais criticados do Flamengo antes de Jorge Jesus, porém, com o Mister as coisas foram diferentes. Ele se tornou um dos nomes mais importantes da equipe e de muita confiança. Porém, desde da saída do português as coisas mudaram.

 

Publicidade
Publicidade

© Copyright 20 Fla Hoje. Todos os direitos reservados
Website desenvolvido por Azarod