sexta-feira, setembro 25, 2020
Início Notícias Plínio Serpa, ex-VP do Flamengo, recebeu R$ 500 mil da Odebrecht.

Plínio Serpa, ex-VP do Flamengo, recebeu R$ 500 mil da Odebrecht.

SER
FLAMENGO
: Depois de Godinho, o Flamengo teve mais uma surpresa por conta da
Operação Lava Jato. Dessa vez com o vice-presidente de gabinete da presidência,
Plínio Serpa Pinto.  Segundo os
colaboradores da Justiça Antônio Pessoa de Souza Couto, diretor-superintendente
da Odebrecht Realizações, no Rio de Janeiro e Paul Elie Altit, presidente da
Odebrecht Realizações Imobiliárias, Plínio teria recebido R$ 500 mil “sem
qualquer registro contábil” da Odebrecht.
Esse
valor se deu por uma comissão nas vendas de apartamentos de luxo no
empreendimento Murano em Icaraí, Niterói. O dinheiro se deu num pagamento feito
“por fora” em junho de 2012 das comissões e premiações por venda previstas em
contrato. Plínio recebeu o codinome ‘Terra’ e o valor saiu do “Setor de
operações estruturadas” da Odebrecht, setor que também era usado para pagar
propinas a políticos e caixa 2 para campanhas como explica Antonio Pessoa no
vídeo abaixo em sua delação:


Quando
a lista do Ministro relator da Lava Jato, no Supremo Tribunal Federal, Edson
Fachin foi divulgada com pedido de abertura de inquéritos a políticos e
empresários no dia 11 de abril, o nome de Plínio Serpa Pinto ainda constava no
site do Flamengo, na formação do Conselho Diretor do clube. Hoje, dia 16 de
abril, o nome de Plínio não consta mais na relação. Em contato com a assessoria
do clube, nos foi informado que a condução desse caso está sendo da mesma forma
que foi com Flávio Godinho, preso no dia 26 de janeiro, acusado de corrupção
ativa, ocultação e lavagem de dinheiro de propina. A assessoria informou ainda
que se trata de um problema de cunho pessoal de Plínio e que ele pediu licença
por tempo indeterminado por conta de problemas de saúde no dia 30 de março. O
Flamengo não irá fazer qualquer declaração publica sobre o caso.
A
petição de número 6.680 foi enviada pelo ministro Edson Fachin, do Supremo
Tribunal Federal (STF) à Justiça Federal do Rio para abertura de processo. O
advogado Michel Assef que defende Plínio Serpa Pinto informou a imprensa que
“Ele (Plínio) é empresário do ramo imobiliário há mais de 40 anos. e
simplesmente o melhor corretor de imóveis de Niterói (Região Metropolitana do
Rio). Recebeu premiação por excelente desempenho. De tudo que recebeu, pagou o
tributo correspondente e não provocou nenhum prejuízo ao erário”.
Tulio
Rodrigues (@PoetaTulio)

MAIS LIDOS

Conmebol nega pedido do Fla para inscrever mais dez atletas na Libertadores

O Flamengo sofre com o surto de contaminação pelo novo coronavírus instalado no clube. 16 jogadores pegaram Covid-19 nos últimos dias e a equipe...

Jair Ventura pede atacante do Flamengo pagando 100% do salário

O Flamengo possui um dos times mais qualificados do futebol sul-americano. Com tamanha qualidade técnica, é certo que muitos jovens atletas não terão a...

Cada um pensando em seu próprio umbigo

Muito do que tem acontecido nas últimas horas no futebol brasileiro serve para reforçar algo que já é histórico em relação a nossos dirigentes:...

Dirigente espera poder contar com atletas infectados na quarta

O Flamengo está passando por um surto de covid-19 em seu elenco. Ao todo, são 23 casos, inclusive entre comissão técnica e dirigentes. O...