terça-feira, setembro 29, 2020
Início Notícias Por um jogo com mais orgasmos.

Por um jogo com mais orgasmos.

República
Paz e Amor – Flamengo e Vasco é o espelho do mundo, do universo, do existir.
Nós sabemos que a vida humana se reflete nessa partida. Fenômeno que tem quase
a mesma força de um jogo de cuspe a distância ou um campeonato de botão que NÓS
estivermos disputando. Leia-se aqui com destaque: não dizemos o “Flamengo joga
hoje”, mas sim, NÓS jogamos hoje. A partida contra os fregueses da colina é o
reflexo do que somos. O melhor e o PIOR da condição humana estão em campo. Hoje
e sempre. Amém. Sinto Eduardo Galeano (1940-2015) não estar mais aqui para
dividir essas questões com ele. Em uma semana como essa eu abriria um de seus
livros, pesquisaria uma ou outra entrevista na internet, selecionaria as
melhores frases e me alimentaria de um homem que entendeu “das coisas”…essas
coisas que eu também gosto de “tentar” entender. Hoje em dia, nesse futebol de
“balneário”…nesse futebol para FIFA ver…que insistem em nos empurrar partida
abaixo (bem abaixo), me sinto como aquela criança que vê o mar a primeira vez e
diante da imensidão pede ajuda: “Papai, Me ensina a ver?”. Galeano me ensinou a
ver o futebol, e a tantas outras coisas sobre exploradores e explorados, e a
desenvolver em mim os clássicos sentimentos anticolonialistas, anticapitalistas
e antiamericanos. Tá tudo lá nas veias abertas da América Latina. Está tudo
aqui no Maracanã de hoje. De ontem. E que resistirei, até o fim dos meus dias,
para não ver no Maracanã de amanhã.

Na
semana do Clássico dos Milhões acompanhei com muita má vontade os debates sobre
os valores arrecadados pela FFERJ. O dinheiro que não entra para o Flamengo. A
celebração do Balanço rubro-negro como se uma taça nova tivesse chegado, ou o
maior craque da atualidade tivesse vestido o manto sagrado para disputar o
Brasileirão. Quem VIVI, VERÁ. Costumo profetizar para mim mesma. Com esse
trocadilho coloco minhas esperanças no futuro do Clube. Mas, eu li o Althusser
– aquele suicídia altruísta ou homicída egoísta, como preferirem – só sei que
ele me ensinou: O FUTURO DURA MUITO TEMPO e recorro ainda a outro “filósofo”, o
da Viola: Meu Tempo é Hoje. Não existe amanhã para mim.
Atendendo
a meus apelos pessimistas a Diretoria de Futebol apresentou o ALMIR. Uma
contratação para compor o elenco, justificaram. Legitimando a mediocridade que
venho anunciando aqui. Vida longa ao Almir. Que encorpore o espírito de um
sérvio e traga o hepta. Seguimos “FORTES” com Paulo Victor, Pará, Bressan,
Wallace e Anderson Pico; Jonas, Márcio Araújo e Gabriel; Everton, Alecsandro e
Marcelo Cirino. Concordamos todos? Seguimos para nossa guerra particular. Vamos
pra cima deles com nossos instintos mais primitivos. Foi assim –
vergonhosamente – na primeira partida. O Futebol ficou ali com cara de bobão
assistindo ao espetáculo que o Dana White gosta. E ganha dinheiro com isso.
Muito dinheiro, diga-se de passagem. O debate da semana, e dos últimos tempos,
tá fundamentado na grana que deixamos de ganhar com a FÓRMULA. O
torcedor-balanço está na moda. E esquece que se o artilheiro não meter a bola
para dentro, não tem jogo. Não tem taça. Não tem partida. E para eles ficarem
felizes: não tem dinheiro. A bola não entra por acaso. Não é essa a bíblia dos
neo-torcedores-macro-e-micro-econômicos (zzzzzzzz)? Eu também li. Parem o
Campeonato que eu quero descer (depois de conquistar, claro). Logo, bem antes
quero VENCER o v-asco. Depois quero vencer o Salgueiro, com as bençãos do Padim
Ciço. Só ele para ajudar na maratona que enfrentaremos até lá. E com tudo isso
ainda seremos campeões. Tenho fé. O futebol é a única religião que não tem
ateus. No Flamengo também. Acreditamos até no Almir. Acreditamos no camisa 10
que chegará. Nos tiros certeiros que foram “anunciados” pela diretoria.
Torcendo para que não sejam balas perdidas.

Do
Flamengo logo mais, essa semana, eternamente, espero GOLS. E o gol, meus 11
amados leitores,  é o ORGASMO do futebol.
E, como o orgasmo, é cada vez menos frequente na vida moderna (Eduardo Galeano,
ETERNO). Flamengo, nos proporcione esse prazer, baby. Até Morrer.

Pra
vocês,
Paz,
Amor e “Gols”…Sem Miséria.

Vale
lembrar: Quem comentar em qualquer publicação aqui no BLOG de 14/Abr a 3/Maio
usando a hashtag: #papagaiovintem tá concorrendo no sorteio desse histórico
manto. Comentem! E Boa Sorte!

MAIS LIDOS

Vitinho e Marcos Braz testam negativo para Covid-19

Nesta terça-feira (29), o atacante Vitinho testou negativo para o Covid-19. O resultado já foi enviado à Conmebol e o jogador pode ficar à...

Flamengo é a aposta do SBT para bater recorde de audiência

Após a rescisão de contrato da Rede Globo com a Conmebol, o SBT é a opção para transmissão de jogos em tv aberta. Nesta...

De volta? Diego Alves treina com bola no Ninho do Urubu

Diego Alves sofreu lesão no ombro na partida contra o Santos pelo Campeonato Brasileiro - onde a equipe acabou com um empate em 1...

Zico faz duras críticas a CBF por realização de Palmeiras x Flamengo

Em seu canal do YouTube, Zico, considerado o maior jogador da história do Flamengo, deu seu ponto de vista sobre tudo que envolveu os...