domingo, setembro 20, 2020
Início Notícias Prefeitura oficializa aprovação de Estádio do Flamengo na Gávea.

Prefeitura oficializa aprovação de Estádio do Flamengo na Gávea.

Eduardo Bandeira, Presidente do Flamengo, e Marcelo Crivella, Prefeito do Rio de Janeiro – Foto: Fred Gomes
UOL: Após
anúncio na tarde da última quinta-feira (11), Flamengo e Prefeitura do Rio de
Janeiro assinaram, na manhã desta sexta (12), um protocolo de intenção para
construção de um estádio acústico para 25 mil pessoas na sede rubro-negra da
Gávea. Sonho antigo do clube, o estádio será erguido onde já existe o campo
atual.
Pontos
de discordância nas diversas negociações anteriores que acabaram emperrando o
desejo do Flamengo, os impactos no trânsito e na vida dos moradores dos
arredores será minimizado – segundo o presidente do clube, Eduardo Bandeira de
Mello, e o prefeito da cidade, Marcelo Crivella.
O
Allianz Parque, do Palmeiras, encravado em uma área residencial de São Paulo,
foi citado como exemplo pelos gestores de modelo a ser seguido.
“O
estádio acústico do Palmeiras é um modelo que serve de exemplo para nós. É
possível fazer com que as pessoas brinquem, celebrem sem atrapalhar os
moradores vizinhos. Os moradores do Selva de Pedra [condomínio vizinho à Gávea]
não deixarão de ver filmes ou novelas. Não serão incomodados”, garantiu
Crivella.
“É
possível fazer um estádio acústico, é bom destacar essa palavra, na Gávea. Não
havia tecnologia e nem metrô, então sempre esbarrava no trânsito. Como vamos
colocar 25 mil pessoas num estádio? Como eles vão chegar, como vão sair. Será
uma confusão. O Estado levou o metrô até à Gávea. Vai haver convênio para os
jogos. Isso será resolvido”, completou o prefeito do Rio de Janeiro.
Prazo de três anos
O
presidente Eduardo Bandeira de Mello ainda deu mais detalhes do projeto e citou
uma expectativa de três anos para ter o estádio de pé e pronto para uso.
“Será
um estádio para 25 mil pessoas em um projeto que ainda não está concluído. Mas
já avançamos em contatos com escritórios [de arquitetura]. A ideia é que se
tenha um custo barato, não seja nada luxuoso, mas algo bem funcional. A ideia é
minimizar o impacto do som no local. Vai ser bonito, funcional e irá valorizar
a área”, explicou o mandatário, comentando ainda as próximas etapas do
processo do sonhado estádio.
“Temos
aqui o mais importante: vontade política do prefeito. Vontade nós tínhamos.
Recurso, até pela atual situação financeira, também não vai ser problema. Claro
que depois tem outras etapas burocráticas a cumprir. Chuto uns três anos para
que tenhamos isso”.

MAIS LIDOS

Thuler titular: Torcedores pedem oportunidades ao zagueiro

O Flamengo vem de uma dura derrota para o Independiente del Valle. No jogo contra os equatorianos, pela Libertadores da América, o sistema defensivo...

Perfil diz que Jorge Jesus aceitaria retornar ao Fla num cenário

O torcedor do Flamengo estava torcendo para Dome Torrent conseguir fazer com que o Flamengo continuasse jogando um futebol de alto nível. Entretanto, isso não aconteceu....

Flamengo terá que abrir os cofres caso demita Domenec

Domenec Torrent está por um fio de ser demitido do Flamengo, uma nova derrota diante do Barcelona de Guayaquil será o fim precoce de...

Diego Alves deve renovar o seu contrato com o Flamengo

O Flamengo possui um dos grandes elencos do futebol sul-americano. Mesmo com a sequência de títulos, o Rubro-negro conseguiu se segurar e manteve os...