sexta-feira, setembro 25, 2020
Início Notícias Presidente exalta torcida do Flamengo em Brasília, mas abomina vaias.

Presidente exalta torcida do Flamengo em Brasília, mas abomina vaias.

Foto: Fred Gomes/GloboEsporte.com

GLOBO
ESPORTE
: O Flamengo faz, neste domingo, às 11h, a sétima partida em Brasília em
2016. O adversário será o Grêmio, em jogo válido pela 21ª rodada da Série A do
Campeonato Brasileiro. Ao todo, o Rubro-Negro acumula duas vitórias, três
empates e uma derrota atuando no Estádio Mané Garrincha, palco do próximo
compromisso da equipe. Apesar de ter usado o estádio como segunda casa, o local
foi alvo de reclamações por parte de alguns jogadores e de torcedores nas redes
sociais, que afirmam que a torcida brasiliense costuma vaiar os jogadores mais
do que apoiar.

Para o
presidente do clube, Eduardo Bandeira de Mello, o fato de os torcedores vaiarem
durante o jogo preocupa, mas se deve à diferente forma de torcer em cada região
do Brasil.
– Sou
torcedor de arquibancada e acho contraproducente vaiar durante o jogo. Faço
esse apelo não só aos torcedores de Brasília, como já fiz também em outras
cidades. Como o Flamengo sempre jogou no Rio, existe uma forma de torcer que
muitas vezes não consegue ser reproduzida em outras praças. À medida que
jogarmos mais vezes aqui, a torcida vai desenvolver sua própria forma de torcer
– ponderou.
Time
que mais atuou em Brasília desde a reinauguração do Mané Garrincha, que foi
reformado para receber a Copa das Confederações, em 2013, e a Copa do Mundo, em
2014, o Flamengo deve retornar à cidade em breve. Bandeira de Mello não se
esquiva em rasgar elogios não só à capital, mas também ao grande número de
torcedores rubro-negros que moram em Brasília.

Temos 57% dos torcedores da cidade. Se juntassem todos os outros times, não
daria o número que temos. Brasília é a segunda cidade com mais
sócios-torcedores do Brasil, e isso não é surpresa para nós. A expectativa para
o jogo está muito grande. A informação que tenho é que o Diego está em plenas
condições para o jogo, mas quem decide é o Zé Ricardo. É um motivo de grande
alegria e prazer jogar em Brasília, sempre fomos bem recebidos aqui.
Um dos
motivos de preocupação das equipes que vão a Brasília para jogar no Mané
Garrincha é o gramado. Recentemente, a arena candanga recebeu dez partidas
durante a Olimpíada, entre jogos dos torneios olímpicos masculino e feminino. O
estado do gramado preocupa o mandatário do Flamengo, que espera que o tempo sem
jogos possa ser suficiente para que o tapete esteja recuperado para a partida
contra o Grêmio.
– Eu
soube que durante os jogos o gramado não estava tão bom quanto já esteve. Como
houve um espaço de uma semana, esperamos que o gramado já possa estar em boas
condições – ponderou.

MAIS LIDOS

Conmebol nega pedido do Fla para inscrever mais dez atletas na Libertadores

O Flamengo sofre com o surto de contaminação pelo novo coronavírus instalado no clube. 16 jogadores pegaram Covid-19 nos últimos dias e a equipe...

Jair Ventura pede atacante do Flamengo pagando 100% do salário

O Flamengo possui um dos times mais qualificados do futebol sul-americano. Com tamanha qualidade técnica, é certo que muitos jovens atletas não terão a...

Cada um pensando em seu próprio umbigo

Muito do que tem acontecido nas últimas horas no futebol brasileiro serve para reforçar algo que já é histórico em relação a nossos dirigentes:...

Dirigente espera poder contar com atletas infectados na quarta

O Flamengo está passando por um surto de covid-19 em seu elenco. Ao todo, são 23 casos, inclusive entre comissão técnica e dirigentes. O...