terça-feira, setembro 29, 2020
Início Notícias Presidente nega mal-estar no Flamengo por afastamentos.

Presidente nega mal-estar no Flamengo por afastamentos.

GLOBO
ESPORTE – O presidente Eduardo Bandeira de Mello negou qualquer clima de
mal-estar no Flamengo após Oswaldo de Oliveira ter criticado, na frente dele
próprio, a antecipação do anúncio de afastamento dos cinco jogadores – Alan
Patrick, Everton, Pará, Paulinho e Marcelo Cirino – que participaram de uma
festa na terça. Segundo o treinador, o combinado era anunciar a punição na
quinta pela manhã, após conversar com os envolvidos, mas os dirigentes fizeram
o comunicado no início da noite de quarta. O mandatário citou uma “pressão
muito grande” ao justificar a decisão de acelerar a divulgação da punição
ao quinteto.
– Isso
é um assunto interno e será discutido internamente. Nós entendemos que
deveríamos antecipar porque estava havendo um clamor muito grande, uma pressão
muito grande inclusive por parte de vocês (imprensa). Já estava começando a
surgir especulação totalmente desnecessária. Então, naquele momento achamos
prudente antecipar para que todo mundo ficasse sabendo. Não fica mal-estar
nenhum. A intenção dele era conversar com os jogadores no dia seguinte. Nós
achamos melhor antecipar. Não existe nenhum tipo de desentendimento. Estamos
juntos trabalhando pelo Flamengo – disse Bandeira.

O
presidente também rechaçou uma possível insatisfação com o trabalho de Oswaldo
de Oliveira à frente da equipe do Flamengo. O GloboEsporte.com informou na
manhã desta sexta que a tendência é que o técnico não fique para o próximo ano.
– (A
situação) É a mesma que sempre foi. Ele é o treinador do Flamengo. Acho até que
ele fala espanhol, inglês, é poliglota para responder algumas questões que têm
sido colocadas. Não existe absolutamente nada. Estamos vivendo uma fase de
muita fofoca, acho que é natural por conta do ambiente político do Flamengo.
Sei que nos próximos 39 dias vão surgir fofocas e covardias a cada 15 minutos,
então essa é apenas mais uma delas.
Presidente sinaliza renovação com Rodrigo
Caetano
Bandeira
ainda fez questão de defender o trabalho do diretor executivo de futebol
Rodrigo Caetano e garantiu que ele vai cumprir seu contrato normalmente até o
fim deste ano – o dirigente cumpre suspensão de 15 dias por ofensas à
arbitragem e não pode conceder entrevistas no período. O presidente, na
verdade, foi além: deu a entender que pretende renovar com Caetano caso vença,
em dezembro, a eleição para os próximos três anos.

Gostaria de deixar bem claro que o Rodrigo Caetano não vai sair do Flamengo.
Vai cumprir seu contrato. Ele me autorizou a falar isso aqui e só não está
falando porque não pode responder as perguntas de vocês, pois está suspenso.
Qualquer dirigente que tenha um mínimo de juízo jamais abrirá mão do trabalho
do Rodrigo Caetano, que é um profissional altamente qualificado e reconhecido.
Como eu tenho juízo, pode ficar tranquilo que ele vai ficar enquanto eu estiver
aqui.

Em
meio a uma semana turbulenta, o Flamengo volta a campo neste domingo, às 17h,
contra o Grêmio, em Porto Alegre, ainda com esperança de conseguir uma vaga no
G-4 do Brasileirão.

MAIS LIDOS

Grupo City fica perto de contratar Lincoln

O Fla hoje possui uma das bases mais promissoras do futebol sul-americano. Ao longo dos últimos anos, vários atletas de muita qualidade técnica foram negociados...

Agente se revolta e não descarta a saída de Lincoln

O Flamengo mediu forças diante do Palmeiras, na tarde deste domingo, em jogo válido pelo Campeonato Brasileiro. O time Rubro-negro foi a campo com...

Segundo Fábio Sormani, Flamengo usou de “laranja” para se beneficiar

Na tarde desta segunda-feira, o grande e responsável jornalista Fábio Sormani soltou mais uma daqueles declarações complicadas de se ingerir numa rede de televisão....

Presidente do Sport admite interesse em contratar atacante do Flamengo

O Flamengo possui uma das bases mais qualificados do futebol sul-americano. O Rubro-negro se acostumou a fazer grandes negócios com o mercado da Europa,...