Público pífio e clima de várzea são retrato inicial do Cariocão.

Por: Fla hoje

Foto: Ricardo Borges / Folhapress

FOLHA
DE SÃO PAULO
: Apenas uma roleta aberta, estádio praticamente vazio e sem
nenhuma placa de publicidade vendida ao redor do campo.

Num
clima de futebol de várzea, 362 torcedores testemunharam na calorenta tarde de
quarta (18) a vitória da Portuguesa diante do Tigres, por 2 a 1, em Xerém, zona
rural de Duque de Caxias, na Baixada Fluminense.
A
partida foi a nona do Estadual do Rio de 2017, um dos mais antigos torneios de
futebol do país.
Aberta
no dia 11, a competição coleciona partidas com públicos pífios.
“Todos
me chamam de maluco em casa. Eles não entendem a nossa paixão pelo futebol.
Isso aqui é gostoso, mesmo com esse regulamento esdrúxulo”, disse o
estudante de administração Vinicius Dutra, 18, referindo-se à fórmula de
disputa elaborada para o torneio.
Neste
ano, a Federação de Futebol do Rio fez uma fase preliminar e colocou seis times
para disputar duas vagas para a Taça Guanabara, o primeiro turno.
Os
classificados vão se juntar aos outros dez clubes no restante da competição.
Já os
quatro últimos vão tentar fugir do rebaixamento num quadrangular. Os dois
piores descem para a Série B, torneio que vão disputar ainda neste ano.
Sob um
sol de quase 40º C, poucos torcedores se animavam a cantar antes do início da
partida.
A
maioria do público era formada por moradores das redondezas. Cada um pagou, no
máximo, R$ 10 para assistir ao jogo.
“Com
um calor desse, não tem outra explicação. Só o amor pelo futebol explica”,
afirma o vigilante Douglas Câmara, dando a mão para o filho de três anos.
O Los
Larios só começou a ganhar um ar boleiro, quando uma dezena de integrantes da
“Brava Raça Lusitana” chegaram.
Eles
cantavam músicas de apoio desde o início da esvaziada partida.
Uma
faixa pendurada no alambrado lembrava uma das façanhas da Portuguesa -a vitória
do time suburbano em cima do Real Madrid, por 2 a 1, em 1969, em pleno Santiago
Bernabéu.
Já o
Tigres contava apenas com cinco desanimados fãs.
Pouco
antes do início da partida, eles colocaram uma faixa no alambrado com a
inscrição “Garra Jovem” e ficaram sentados assistindo ao jogo.
Dentro
de campo, o futebol era cadenciado por causa do calor. A principal atração era
a dupla Felipe e Pedrinho, destaque do Vasco na conquista do título da
Libertadores de 1998.
Felipe
é o técnico do Tigres. Pedrinho é o seu auxiliar.
Os
dois times investiram cerca de R$ 150 mil mensais para montar os seus elencos
-quase quatro vezes menos que o salário do flamenguista Paolo Guerrero.
O
Tigres é ajudado pelo prefeito de Caxias, Washington Reis, presidente de honra
do clube.
A
Portuguesa conta com sócios e recebe R$ 200 mil mensais por ceder o seu estádio
para o Flamengo.
O time
da Gávea vai jogar lá neste semestre.
“O
campeonato é ruim, o sol é assustador, mas vamos resistir aqui. Isso aqui é uma
filosofia de vida. Somos contra o futebol moderno”, disse Paulo Vinicius,
22, estudante de biblioteconomia e líder da organizada da Portuguesa.
“Não
queremos botar camisa para torcer e nem subir de escada rolante para a
arquibancada. Gostamos é dessa festa”, acrescentou Vinicius, logo após o
gol do atacante Fabinho, aos 38 min do segundo tempo, que garantiu a vitória
para a Portuguesa, mesmo com um jogador a menos a maior parte do jogo.
A
Portuguesa é a líder do hexagonal da fase preliminar. O Tigres, de Felipe, é o
lanterna.

MAIS LIDOS

SAIU a escalação do Flamengo contra o São Paulo

O Flamengo joga na noite desta quinta-feira diante do São Paulo, na ultima rodada do Campeonato Brasileiro. O jogo acontece no estádio do Morumbi,...

Chances do Flamengo ganhar o Brasileirão disparam após vitória

O Flamengo vem de uma grande vitória no Campeonato Brasileiro, a mais importante do Rubro-negro até o momento no Brasileirão. Neste domingo, o Rubro-negro...

Veja a provável escalação do Internacional contra o Flamengo

O Internacional tem pela frente um grande jogo de futebol neste domingo. O time gaúcho irá medir forças com o Flamengo, em jogo que...

Escalação do Flamengo deve ter novidades; veja quem deve começar jogando

O Flamengo tem uma grande final pela frente para disputar. Neste domingo, o Rubro-negro carioca irá medir forças com o Internacional, em jogo decisivo...