• Início
  • Notícias
  • Punidas, organizadas do Flamengo se reúnem com Witzel por retorno às arquibancadas
Publicidade

Punidas, organizadas do Flamengo se reúnem com Witzel por retorno às arquibancadas

Publicidade

A Raça Rubro-Negra e a Torcida Jovem Fla foram punidas por desrespeitar o estatuto do torcedor e estão banidas do estádio. As organizadas se uniram na tentativa de voltar à arquibancada e isso pode acontecer em breve.

Membros das torcidas se reuniram com o governador do Rio de Janeiro, Wilson Witzel, e com o deputado estadual , nesta quarta-feira (11), no Palácio Guanabara, para negociar a volta ao estádio. A esperança das TO’s é que o retorno aconteça até o jogo do dia 23 de outubro, contra o Grêmio, pela semifinal da Libertadores.

Sobre as punições:

A Raça Rubro-Negra foi afastada dos estádios em dezembro de 2018, quando a justiça do RJ aceitou pedido do Ministério Público Estadual (MPRJ), por episódios de violência nos jogos de Flamengo x Palmeiras (04/10/2018), no Morumbi, quando a Raça e a Jovem brigaram entre si na arquibancada, e Flamengo x Palmeiras (27/10/18), por brigas no entorno do Maracanã.

Já a Torcida Jovem Fla, foi punida cerca de um ano antes, por episódios de briga e morte de torcedor nos arredores do estádio Nilton Santos, num dia de jogo entre Flamengo x Botafogo.

Ambas as torcidas receberam três anos de punição, sob pena de multa de R$50 mil por cada descumprimento.

Segundo o jornalista Diogo Dantas, do jornal O Globo, torcidas devem cumprir um Termo de Ajustamento de Conduta (TAC) para prevenção de violência nos jogos. TAC prevê implementação de cadastro biométrico de membros – torcidas que não estão punidas também podem se adequar -.

Para que as organizadas voltem às arquibancadas, decisão da justiça precisa ser substituída pelo Termo de Ajustamento de Conduta.

Por: Coluna do Fla

Publicidade
Publicidade

© Copyright 20 Fla Hoje. Todos os direitos reservados
Website desenvolvido por Azarod