terça-feira, setembro 29, 2020
Início Notícias Quem é Flávia Saraiva, a carismática caçula da ginástica.

Quem é Flávia Saraiva, a carismática caçula da ginástica.

Foto: Divulgação

VEJA: A
promessa de ouro da ginástica artística do Brasil pode estar sob os pequeninos
ombros de Flávia Saraiva. Aos 16 anos, a carioca teve uma tarde de domingo
inspirada e conseguiu a segunda melhor nota de sua vida na trave – com 15,133
se classificou para a final, que será no dia 15. As pontuações ajudaram o time
a se garantir nas disputas finais por equipes e avançar para as decisões
individuais.

Com
1,38 metro e 34,5 quilos, ela é a caçula da seleção de ginástica artística.
Flavinha, como é chamada pelas colegas, tem acrobacias fortes e explosivas, o
que a destaca na equipe. A disciplina para os movimentos perfeitos começou aos
8 anos, quando a prima Juliana, professora de educação física, viu que a mania
da garota de brincar sempre “de cabeça para baixo” poderia ser um dom,
levando-a para os primeiros treinos em um projeto esportivo desenvolvido por
uma ONG na Zona Oeste do Rio de Janeiro.
As
piruetas e saltos de criança foram aprimorados até que se tornou atleta do
Flamengo. Acompanhada pelo técnico Alexandre Carvalho, a garota “elétrica e
saltitante”, segundo o coreógrafo Rhony Ferreira, responsável pelos movimentos
e pela música apresentada pela garota em junho na Copa do Mundo da Anandia, em
Portugal, especializou-se na trave, técnica que passou a dominar há três anos.
“Antes de chegar na seleção eu assistia a Dani [Hypólito] e a Jade [Barbosa] na
televisão e pensava que um dia eu seria igual a elas. Hoje divido o quarto com
as duas. É muito legal e elas me ajudam muito”, afirma a atleta.
Para
isso, tem uma rotina disciplinada: acorda todos os dias às 7h e inicia os
treinos às 8h, no centro de treinamento do Comitê Olímpico do Brasil (COB).
Entre as 13h e 16h, faz uma pausa nos ginásios e segue aulas particulares do 3º
ano do ensino médio – quer passar no vestibular de fisioterapia. Das 16h30 às
20h, mais ginástica, finalizada com uma sessão de alongamento.
A
única pausa de Flávia é aos domingos, quando gosta de ficar com a família,
assistir a desenhos animados como Bob Esponja, ouvir a banda preferida Fifth
Harmony e se divertir com jogos de celular.
Sorridente
e carismática, a atleta chegou a sua primeira Olimpíada após mais de 20 provas
com a equipe do Brasil. Participou dos Jogos Pan-Americanos de Toronto, em
2015, e ganhou o bronze no individual geral e por equipe. Nos Jogos Olímpicos
da Juventude de Nanquim, China, em 2014, ainda aos 14 anos, conquistou o ouro
no solo e duas pratas, na trave e na categoria individual geral. A atleta também
conquistou resultados importantes no Pan-Americano Juvenil de Ginástica
Artística, em 2014, e nos Jogos Sul-Americanos da Juventude, em 2013.
No
Rio-2016, Flávia está na final de três modalidades: nesta terça-feira (9), a
atleta estará na decisão por equipes; na quinta-feira (11), na individual; e,
na segunda-feira (5), compete pela trave.

MAIS LIDOS

Vitinho e Marcos Braz testam negativo para Covid-19

Nesta terça-feira (29), o atacante Vitinho testou negativo para o Covid-19. O resultado já foi enviado à Conmebol e o jogador pode ficar à...

Flamengo é a aposta do SBT para bater recorde de audiência

Após a rescisão de contrato da Rede Globo com a Conmebol, o SBT é a opção para transmissão de jogos em tv aberta. Nesta...

De volta? Diego Alves treina com bola no Ninho do Urubu

Diego Alves sofreu lesão no ombro na partida contra o Santos pelo Campeonato Brasileiro - onde a equipe acabou com um empate em 1...

Zico faz duras críticas a CBF por realização de Palmeiras x Flamengo

Em seu canal do YouTube, Zico, considerado o maior jogador da história do Flamengo, deu seu ponto de vista sobre tudo que envolveu os...