“Quem estiver perto da excelência vai ser escalado”, diz Zé Ricardo.

Técnico do Flamengo – Foto: Gilvan de Souza

LANCE:
Um dos melhores jogadores do Flamengo na vitória de 2 a 0 sobre o Santos, o
atacante Orlando Berrío colocou uma pulga atrás da orelha do técnico Zé
Ricardo. Sem poder contar Everton Ribeiro na Copa do Brasil, o treinador
rubro-negro optou pelo colombiano diante do Peixe. O camisa 28 foi muito bem,
participou ativamente da partida e só não fez gols porque o goleiro Vanderlei
fez grandes defesas. No entanto, domingo, o canhotinho contratado por cerca de
R$ 22 milhões estará novamente à disposição, o que cria um dilema para Zé.

O
técnico do Flamengo fez muitos elogios ao colombiano pela atuação contra o
Santos, na Ilha do Urubu.

Berrío foi bem, fez o que queríamos. Participou muito dos lances de ataque.
Enquanto teve gás, fez o que a gente esperava. Conseguimos volume na partida
pelo lado direito – comentou Zé Ricardo.
Questionado
sobre as mudanças na escalação nos últimos jogos, o técnico rubro-negro lembrou
que o calendário do futebol brasileiro é complicado.
– É
uma necessidade, temos um calendário muito louco no Brasil. Ao final do Campeonato
Espanhol, o Zidane (técnico do Real Madrid) estava reclamando que o time dele
estava fazendo a partida de número 60. Aqui estamos quase na partida de número
40, temos viagens constantes e uma uma necessidade de alternar. Vi uma
entrevista do Roger do Botafogo, dele dizendo que vai ter de ser substituído.
Logicamente, que todos querem jogar. Temos muitas peças disponíveis. Nem sempre
vai dar certo. Quem estiver perto da excelência vai acabar se escalando –
ponderou.

Compartilhe

O FlaHoje é um portal eletrônico de notícias voltado exclusivamente os torcedores do Flamengo. Nosso objetivo é mostrar as principais notícias com qualidade, rapidez e imparcialidade, focando notícias do nosso time favorito, o Rubro-Negro.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.