sábado, setembro 19, 2020
Início Notícias Rafael Luz promete 'bagagem tática' ao Flamengo.

Rafael Luz promete ‘bagagem tática’ ao Flamengo.

Lancenet
– Da Espanha, Rafael Luz lia as notícias sobre as conquistas e a evolução do
Flamengo no basquete, e a vontade de defender o tetracampeão do NBB só
aumentava. Sondagens aconteceram, mas o armador da Seleção Brasileira, destaque
da conquista dos Jogos Pan-Americanos de Toronto (CAN), mantinha o foco em
evoluir antes de voltar ao Brasil. Agora, é ele uma das maiores apostas do
clube para manter a atual a hegemonia.
Filho
do ex-jogador e técnico Nelson Luz e criado em uma família que respira o
basquete, Rafael chegou ao time para substituir o argentino Nicolás
Laprovittola, que se transferiu para o Lietuvos Rytas, da Lituânia. Com 23
anos, carrega para a idade uma experiência rara, que promete colocar em prática.

Trago a bagagem tática que o europeu gosta, o controle de jogo. Mudei muito meu
estilo desde que fui para lá. Hoje, sei passar mais a bola. Não me importo
tanto em fazer cesta, mas em dar assistência. Faço o trabalho que muita gente
às vezes não vê, mas que ajuda muito os times que querem ser campeões – disse o
armador, ao LANCE!.
O
último clube do jogador, que tem cidadania espanhola, foi o Rio Natura Monbus
Obradoiro. Antes, ele passou por Lucentum Alicante, Granada, Clínicas Rincón
Axarquía e Unicaja Málaga. A aventura europeia começou em 2007, aos 15 anos.
Ciente
de que tem margem para crescer, Rafael não deixa de sonhar. No Pan de Toronto,
o atleta distribuiu 17 assistências em cinco partidas. Foi o quinto melhor no
quesito. Com os Jogos Rio-2016 à vista, ele sabe que precisa agradar ao técnico
Rubén Magnano, que o deixou fora do Mundial de 2014.
No Rio
desde setembro, Luz tem ainda um desafio fora das quadras. Afinal, estava
habituado a viver em cidades pequenas, que favoreciam seu estilo de vida.
Avesso à praia, ele prefere uma piscina ou uma rede, que já providenciou no
apartamento onde mora sozinho na Barra da Tijuca, bairro nobre da capital.
– É
uma cidade grande, com muito trânsito, calor. Estou acostumado com frio, com
cidades pequenas. Mas não será um problema.
Lesão na coxa preocupa para o jogo da NBA
Rafael
Luz estreou com a camisa do Flamengo no Campeonato Carioca e deixou boa
impressão à torcida na vitória sobre o Botafogo por 92 a 48, na terça-feira da
semana passada.
No
entanto, uma lesão muscular na coxa esquerda, sentida no jogo seguinte, contra
o Macaé, ameaça a participação do atleta no duelo contra o Orlando Magic, no próximo
dia 17, pela pré-temporada da NBA.
Na
última terça-feira, ele passaria por exames para detectar a gravidade da lesão.
A boa notícia é que no último amistoso contra o Brasília, na segunda-feira,
vencido pelo Fla por 93 a 88, Luz já não foi visto fazendo tratamento com gelo.
Quem
também sofreu um problema na coxa esquerda e seria examinado é o ala-pivô
Olivinha.
No
próximo domingo, o Flamengo enfrenta o Macaé em casa, às 17h, pelo returno do
estadual.
Rafael Luz, Armador do Flamengo, ao LANCE!
Hoje, qual é sua maior meta?
Meu
objetivo agora é pensar ano a ano. Mudei muito minha mentalidade. Antes, eu era
um cara que fazia muitos planos, e hoje penso mais no curto prazo. Quero jogar
bem este ano, ir para a Olimpíada e, depois, pensar no futuro. Se tudo der
certo no Flamengo, por que não continuar aqui? Sei que estou em um grande
clube, que vai lutar por todos os títulos que disputar. O primeiro passo é
esperar esse ano.
Acha que está no seu auge?
Tenho
certeza de que ainda estou em busca do meu auge. Tenho muito a crescer, sou
jovem. Meu pai sempre falou que armador amadurece tarde, aos 25. Então, não
tenho pressa.
Como foi para você acompanhar as notícias
de que o Brasil poderia ficar sem a vaga na Rio-2016?
Nós
jogadores não podíamos quebrar a cabeça pensando se teríamos a vaga olímpica ou
não. Era um trabalho mais da CBB (Confederação Brasileira de Basquete).
Mantínhamos a confiança de que teríamos a vaga por sermos país-sede. Pensamos
sempre em defender o Brasil da melhor maneira. Mas eu procurei não pensar
muito.
Em toda a sua passagem pela Espanha, qual
foi o momento mais importante para você?
Sem
dúvida o momento mais marcante foi quando eu joguei minha primeira partida de
Euroliga, pelo Málaga. Chegar tão longe sendo tão jovem foi algo muito especial
na minha vida. Mas jogar os playoffs por Santiago de Compostela (Rio Natura
Monbus Obradoiro) foi especial, pois era um time montado para não ser rebaixado
e conseguimos fazer história e marcar nosso nome na liga.

MAIS LIDOS

Os pecados da diretoria na escolha do novo treinador

A diretoria rubro-negra logo que informada da saída de Jorge Jesus, deixou algo bem claro, gostaria de contar novamente com um estrangeiro. Tal decisão...

Opinião: Dias contados para Domenec no Flamengo

Uma derrota vexatória diante do Independiente Del Valle, uma atuação totalmente desinteressada e uma torcida que perdeu a paciência, esses e outros fatores apontam...

Jorge Jesus é relembrado por torcedores do Flamengo após goleada

Jorge Jesus marcou seu nome na história do futebol brasileiro e do Flamengo. Com cinco títulos na bagagem, o português deixou o Mais Querido...

Fla: Comentarista faz duras críticas à Domènec após goleada

A goleada sofrida pelo Fla na última quinta-feira (17), por 5 a 0, contra o Independiente Del Valle, do Equador, fez com que muitas...