terça-feira, setembro 22, 2020
Início Notícias Relembre estreias de Zico, Petkovic e Romário em Fla-Flus.

Relembre estreias de Zico, Petkovic e Romário em Fla-Flus.

GLOBO
ESPORTE
: Diego já conquistou o coração dos rubro-negros com suas atitudes
dentro e fora de campo. Antes mesmo de estrear pelo clube, a interação via
redes sociais estreitou os laços entre craque e torcida. Mas ídolo no Flamengo
que se preze tem de ir bem nos clássicos, e ele faz seu primeiro nesta
quinta-feira, às 21h, contra o Fluminense, em Volta Redonda.
O
GloboEsporte.com separou estreias de seis ídolos e de Ronaldinho Gaúcho, que
não marcou época, mas chegou ao clube sob grande badalação. Do time formado por
Zico, Júnior, Petkovic, Romário, Renato Gaúcho e Adriano, apenas dois venceram
e somente um marcou: Pet.
Confira
abaixo:

Foto: Reprodução/Acero O Globo

Zico – 01/08/1971
Em sua
estreia em Fla-Flus, Zico começou com derrota e vendo o rival celebrar o título
da Taça Guanabara, à época desvinculada do Campeonato Carioca. O Fluminense,
com um time que mesclava jovens e outros mais experientes, venceu por 3 a 1 um
Flamengo que estava praticamente completo. Mickey fez os gols tricolores. Buião
descontou. Apesar do revés, a crônica de “O Globo” do dia seguinte ao
triunfo do Flu foi rigorosa com a equipe rubro-negra, mas o Galinho, então com
18 anos, foi exaltado: “E, incrível como possa parecer, já que se trata do
elemento mais jovem do grupo, Zico foi o único que se salvou, com bons lances,
porém praticamente jogando só”. Era apenas o segundo jogo dele como
profissional – estreara bem contra o Vasco, em vitória por 2 a 1. Décadas se
passaram, e Zico virou o maior ídolo e artilheiro da história rubro-negra. De
quebra também é o goleador do Fla-Flu, com 19 gols em 44 confrontos.
Júnior – 30/11/1974
Em seu
sétimo jogo como profissional e ainda atuando na lateral direita, Júnior não
foi bem ao debutar no Fla-Flu, em 30 de novembro de 1974, quando tinha 20 anos.
De acordo com “O Globo”, perdeu a maioria das disputas com Herivelto
e Cafuringa. Ainda segundo o jornal, o Flamengo não foi bem, mas venceu por 2 a
1 “um dos Fla-Flus mais melancólicos dos últimos tempos”. Seu último
Carioca foi conquistado contra o Tricolor, em 1991, e ele deixou sua marca. O
Capacete, que em 1991 já era o Maestro, terminou a carreira como jogador com
mais partidas pelo clube: 876.
Romário – 12/02/1995
Em sua
estreia oficial pelo Flamengo – já havia disputado amistosos contra Uruguai e
Atlético-MG -, Romário não viu a bola no Fla-Flu de 12 de fevereiro de 1995. O
zagueiro Lima, desconhecido à época, o anulou em sua estreia pelo Tricolor.
Detalhe: era reserva no Sport, seu ex-clube. Levou nota 9 nas atuações de
“O Globo”, enquanto o Baixinho foi avaliado com 3 (“Muito
vigiado pelos tricolores, mas sem mobilidade para buscar os espaços. Conseguiu
chutar e cabecear, mas sempre sem pontaria. Os rubro-negros devem ter ficado
frustrados).
– Eu
bem que tentei. Fiz o máximo que podia, mas hoje realmente não era o meu dia de
fazer gol.
Renato Gaúcho – 21/06/1987
Em seu
primeiro Fla-Flu, válido pela Taça Rio, Renato Gaúcho foi um mero coadjuvante.
Zico voltava a defender o Flamengo após 11 meses, período no qual fez um
tratamento especial no joelho. O Galinho fez o gol e, após o empate por 1 a 1,
cobrou posição da diretoria sobre seu futuro, já que o vínculo com o clube
estava a 15 dias de chegar ao fim. Para dizer que não passou despercebido, o
polêmico cabeludo chamou os holofotes para si quando Antônio Lopes o substituiu
por Alcindo. Deixou o gramado xingando muito. “O Globo” do dia
seguinte do duelo no Caio Martins classificou assim a sua atuação: “Não
atravessa boa fase. Movimenta-se pelo campo, mas sem produtividade para a
equipe. Nota: 5,5”.
Petkovic – 07/05/2000
A
estreia do ídolo Petkovic no clássico também deu-se em uma edição de Campeonato
Carioca. Em 2000, ele atuou na vitória do Flamengo por 3 a 2 na Taça Rio.  Agnaldo abriria o placar para o Tricolor, mas
o próprio Pet empatou com um bonito gol de falta. Reinaldo viraria o jogo com o
segundo gol rubro-negro. O terceiro gol foi contra, marcado após um falha do
goleiro Zetti, que teve seu nome gritado pelos flamenguistas.
Adriano – 05/11/2000
Adriano
ainda trilhava seu começo de carreira profissional. O atacante disputou seu
primeiro Fla-Flu no ano 2000, em partida válida pelo Campeonato Brasileiro.
Entrou no decorrer do jogo, substituindo Roma. A partida acabou empatada no
Maracanã. Agnaldo abriu o placar para o Tricolor, enquanto o zagueiro Gamarra
fez o gol rubro-negro.
Ronaldinho Gaúcho –  13/03/2011 
O
primeiro Fla-Flu de Ronaldinho teve o Engenhão como palco. Em 2011, o jogo
válido pela Taça Rio marcava o encontro de dois últimos campeões brasileiros
naquele ocasião. Se sobrou expectativa, faltou resposta em campo. O clássico
acabou em 0 a 0, e o lance mais marcante de Ronaldinho acabou sendo uma entrada
dura no goleiro Ricardo Berna.

MAIS LIDOS

As notas da vitória do Flamengo em Guayaquil

Em partida complicada pela Libertadores o Flamengo conseguiu uma vitória super importante. Com gols de Pedro e Arrascaeta, o rubro-negro bateu o Barcelona de...

César é criticado pela torcida mesmo após vitória

Na noite desta terça-feira, o Flamengo jogou diante do Barcelona de Guayaquil, no Equador. O Rubror-negro foi a campo com diversos desfalques, inclusive no...

Primeiro tempo do Flamengo encanta Rubro-negros; veja os comentários

Se baseando na última atuação do Flamengo, onde o Rubro-negro simplesmente foi atropelado pelo Independiente del Valle, poucos flamenguistas acreditavam que o primeiro tempo...

Saiu a escalação do Flamengo contra o Barcelona SC

O Flamengo joga nesta terça-feira, em jogo válido pela quarta rodada da fase de grupos da Libertadores da América. O Rubro-negro carioca não poderá...