01
  • Início
  • Coluna
  • Flamengo
  • Renato Maurício afirma que já existe insatisfação com Rogério Ceni dentro do Flamengo

Renato Maurício afirma que já existe insatisfação com Rogério Ceni dentro do Flamengo

A derrota do Flamengo para o Fluminense no Derby no domingo (04), deixou alguns torcedores ainda mais insatisfeitos com o trabalho do técnico Rogério Ceni. Em outra partida, o time criou “A” oportunidade foi perdida, mas a oportunidade não se transformou em gol .

O time rubro-negro luta pelo campeonato brasileiro amanhã contra o Atlético-MG. Renato Maurício Prado, ao participar de um noticiário esportivo do UOL com Domitila Becker, disse que, mesmo na vitória, Ceni incomodava a torcida.

E hoje na Gávea o empresário e o técnico estão insatisfeitos com ele e ele também está chateado com eles. Além disso, o repórter lembrou que seu antecessor, Domènec Torrent, perdeu o emprego no ano passado em um fiasco na derrota para Galo.

Ceni Flamengo
Foto: Flamengo

Renato Maurício

“Eu acho até que ele corre um sério risco se ele perder feio para o Atlético-MG agora no meio de semana, não custa lembrar que foi exatamente depois de uma goleada sofrida diante do Atlético-MG que o Domènec Torrent, o antecessor dele, foi demitido. Já existe um clima de muita insatisfação dentro do clube com ele, dele com os dirigentes, inclusive”, começa Renato.

“Ele acha que os dirigentes já deveriam ter atendido os pedidos de reforços dele e dos dirigentes com ele pelo trabalho, pelas substituições mal feitas, pela dificuldade de enxergar o jogo e até por uma certa arrogância nas entrevistas, você vai ver as entrevistas do Rogério Ceni e ele não parece um técnico incomodado com a derrota,

ele está muito mais preocupado em se justificar em dizer que ele treina as finalizações, que os jogadores perdem, enfim, transferindo a culpa, e isso, decididamente, não está caindo muito bem na avaliação do pessoal lá da Gávea”, continua sua explicação.

Renato também citou a insatisfação da torcida com a atuação do Flamengo contra o Fluminense, ao avaliar que o técnico errou na substituição.

“Contra o Fluminense mais uma vez dominou, dominou, chutou sei lá eu, 21 bolas, na verdade, dessas 21 só duas foram realmente perigosas, um chute do Bruno Henrique que o Marcos Felipe espalmou e uma cabeçada do Gustavo Henrique na trave e depois, nos últimos 15, 20 minutos, o Roger mexeu no time, melhorou o Fluminense e o Rogério Ceni mexeu no time e piorou o Flamengo, e aí ganhou o Fluminense”, fala por último, finalizando seu ponto.


© Copyright 20 Fla Hoje. Todos os direitos reservados
Website desenvolvido por Azarod