“Respeito o Corinthians, mas Flamengo trabalha pelo título”, diz Diego.

Diego e Réver, do Flamengo – Foto: Gilvan de Souza

GOAL: O
Flamengo conseguiu mais uma vitória na Ilha do Urubu. Na tarde deste domingo
(2), o Rubro-Negro segue invicto  na sua
nova casa após bater o São Paulo por 2 a 0, com gols de Paolo Guerrero e Diego.

O
resultado fez com que a equipe comandada por Rogério Ceni entrasse na zona de
rebaixamento, enquanto os cariocas seguem em terceiro lugar, a nove pontos do
líder Corinthians.
DIEGO
Liderança do Corinthians
“Tem
feito uma campanha excelente até agora. Mas sem dúvida, nós temos o objetivo de
chegar ao topo. Vai passar pelo nosso desempenho, nós temos qualidade para
isso, basta concentrar no nosso desempenho. Respeitamos a qualidade do
Corinthians, mas vamos trabalhar com confiança, pois temos condições. No
momento, não podemos nos iludir. É um campeonato equilibrado, com muitas
equipes qualificadas. Nesse momento, o nosso foco é total no nosso rendimento,
e naturalmente os resultados virão”
Ilha do Urubu
“Estamos
bem à vontade aqui. O Maracanã será sempre a casa do Flamengo, mas foi criado
um clima muito positivo aqui. Ano passado não tivemos isso, mas ter um estádio
para jogar a gente acaba se acostuma, é um fator que vai nos ajudar muito no
decorrer da temporada”.
ZÉ RICARDO
“Partida
difícil. Estou muito orgulhoso da equipe, do que produziu hoje. Gramado ficou
um pouco pesado por causa da chuva. Atletas foram bastante eficazes. Acho que a
gente está crescendo novamente. Tenho que parabenizá-los porque merecemos a
vitória”
“Vamos
ter semana curta até o jogo contra o Vasco. Vamos descansar bastante, temos
viagem cansativa para Santiago e precisamos recuperá-los. Possivelmente alguns
atletas não irão a Santiago. Vou ver isso a partir do retorno dos atletas no
treino de amanhã (segunda) cedo. Vamos levar todos preparados para a
viagem”
ROGÉRIO CENI
“Uma
pontuação baixa atrapalha, o jogador entra mais pressionado. E ainda pegamos
uma sequência de dois jogos fora de casa contra o Flamengo e Santos. O time
vinha bem até o Vuaden encontrar uma falta. Conseguiu colocar dez metros de
distância na barreira. A chance de gol era muito grande. Tentou fazer o mesmo
no final com o Junior no final. Aí não resolvia.”
“É
uma zona desconfortável para se estar, assim como outros times também passaram
por essa situação. Temos que reverter. Tem meio turno para reagir e depois
começar com novo pensamento a partir do momento em que se distanciar do grupo.
Vamos tentar sair dessa situação que incomoda a todos, principalmente o
torcedor são-paulino.”
Por: FlaHoje

MAIS LIDOS

Chororô: Jornal argentino se revolta com o VAR

O Flamengo jogou na noite desta terça-feira diante do Racing, em jogo de ida das oitavas de finais da Libertadores da América. O confronto...

Sem pena: Ceni detona a arbitragem após empate com o Racing

O Flamengo jogou na noite desta terça-feira diante do Racing, na Argentina, em grande confronto válido pelo jogo de ida das oitavas de finais...

Gerson ‘peita’ argentinos em treta e leva flamenguistas à loucura

O Flamengo jogou na noite desta terça-feira diante do Racing, em jogo decisivo das oitavas de finais da Libertadores da América. O Rubro-negro até...

Desfalque de última hora; mudança na escalação

O Flamengo divulgou a escalação para o jogo contra o Racing pela Libertadores da América, entretanto, de última hora, o Rubro-negro divulga que terá...