Rogério Ceni nega problemas de relacionamento com Arrascaeta

0
4
Salários do Fla

Diante de um elenco tão vasto e de qualidade, é mais que natural que a competitividade interna aconteça. Porém, ela não pode passar do limite considerado saudável para o time e passar a significar algo ruim. Logo, o respeito as decisões do treinador é sempre algo importante. No último domingo, Arrascaeta não gostou muito de ser substituído quando a partida estava 3 a 2 para o Bahia.

Desse modo, Rogério foi questionado sobre a reação na entrevista pós-jogo. Emprincípio, Rogério acha natural um jogador nesse nível de competitividade querer sempre jogar. Portanto, não existe qualquer rusga entre ele e o jogador.

“Arrascaeta é um jogador genial, assim como o Everton Ribeiro. Eles têm características parecidas. Um destro que joga pela esquerdo, um canhoto que joga pela direita, ambos com funções de armar. Eu entendo o Arrascaeta, nenhum jogador quer sair de campo, ele quer estar lá dentro de campo”, comentou o treinador.

Porém, enquanto amenizou qualquer rusga com o uruguaio, Rogério também fez questão de comparar a atitude de Arrasca com a de Everton, elogiando o capitão rubro negro.

“Quando você está perdendo o jogo, 3 a 2, o atleta quer estar lá, pois acha que pode resolver, pode ajudar um pouco mais. Então, não tem problema nenhum. Claro que a atitude do Everton é sempre mais tranquila de se levar. Estou super feliz com o desempenho dos dois. Em relação ao Arrascaeta e ao Everton, eles são jogadores excepcionais”, completou.

Redes sociais sempre pensam no pior

Cada jogador tem uma personalidade, assim como cada pessoa tem em suas vidas particulares. E elas, não significam exatamente que serão boas para o futebol ou não. O que importa é rendimento em campo, independente de personalidade. Seria imbecil imaginar problema de relacionamento entre Rogério e Arrasca por conta de uma substituição, o uruguaio não é intocável. E precisamos também parar de procurar problema em tudo. Um jogador de alto nível saiu e não queria, é o natural.

O único questionamento plausível se dá justamente pelo rendimento. Para parte da torcida, Everton Ribeiro tem atuado mal e inclusive estava pior que Arrascaeta no domingo. Vale dizer que com a entrada de Pedro o Flamengo virou o jogo, e com ele centralizado, Bruno Henrique foi para sua posição na esquerda, onde estava Arrascaeta. Ajustar o time em campo tirando Everton Ribeiro seria mais difícil.

Leia também: Vídeo mostra sequência relatada por Gerson ao acusar Ramírez de racismo no Flamengo

Veja também: Flamengo promove campanha de vacinação contra a gripe na Gávea e no CT

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui