Sem exageros, Nação.

Por: Fla hoje

Boteco
do Fla – Oi… Todo mundo um pouco mais calmo por aqui? Até evitei de escrever
logo após o jogo porque o troço tava de dar medo nas redes anti-sociais que
permeiam nossa nova realidade. Daí fiquei só urubuservando a maré turbulenta e
revolta em que tudo se transformou após a calmaria proveniente da vitória sobre
o Internacional no meio da semana. Na descida da rampa no Maraca já tava
assustador. Povo não tava poupando ninguém. Nem se poupando a galera tava.

Daí,
dando aquela corrida básica no Aterro, sem medo algum de facadas ou coisas do
gênero, já que Papai do Chão protege, fui refletindo, posto que a corrida é dos
melhores esportes para tal. Recapitulei a tarde/noite de domingo e vi que até
mesmo eu, um senhor nobre e ponderado, orgulhoso de ter dentre os
frequentadores do Boteco muitos torcedores adversários que apreciam minhas
asneiras, perdi as estribeiras em determinado momento. E feio. Foi quando o
Corinthians marcou o terceiro gol. Na hora muitos se levantaram para ir embora
e eu twittei: “tenho nojo de vocês”. Fora o mérito de ter sido
sincero, talvez não tenha sido dos comentários mais lisonjeiros e ponderados do
mundo.
Então
vamos lá. Combinar uma porra clara e simples. NÓS SOMOS A NAÇÃO. NÓS SOMOS A
RAZÃO DE TUDO. Em alguns anos no futuro, não importa quantos,  NÓS SEREMOS A NAÇÃO. NÓS SEREMOS A RAZÃO DE
TUDO. Pouco vai importar Bandeira, Guerrero, Sheik, Wallace, Gabriel ou
qualquer outro nome. Então, por favor, há que se fazer uma limitação no
perímetro aceitável de até onde podem ir o fricote e o faniquito.
Sério.
Frases do tipo “Não vejo mais jogo esse ano”; “Nunca mais ponho
meus pés no Maracanã”; “Não perco mais meu tempo vendo esse
time”; “Até desliguei a televisão”  e outras do gênero são, além de falsas como
uma nota de três reais, plenamente dispensáveis. “Ah… Mas eu estou
realmente falando sério. Você vai ver”. Se você realmente tá falando
sério, pega essa meia dúzia de pano preto e vermelho na sua gaveta e dá pra
quem merece usar. Pois se você fala sério em “desistir do Flamengo”,
nem de Manto Sagrado você pode chamar suas camisas.
Dá só
uma pausa e pensa: no próximo sábado ao anoitecer, ou antes, na noite de
quarta, você realmente tem condições de ignorar que o FLAMENGO está em campo?
Se você pode responder sim sem pensar duas vezes, sinto dizer, mas você
escolheu a atividade errada para acompanhar.
E
antes que alguém comece a dizer que sou mais um dos que querem ensinar como se
torce, já vou adiantando que não se trata disso. Sei que cada um tem seu jeito.
Se o meu é o do apoio incondicional e irrestrito, sei que tem o do povo mais
tenso, que passa o jogo todo a proferir ofensas mil contra os vinte e dois
jogadores em campo, o juiz, os bandeirinhas, gandulas, comentaristas e todo o
mundo. Cada um na sua. O que não pode mesmo é essa porra desse ataque de
pelanca toda vez que o cinto aperta, dizendo que vai abandonar tudo, pra logo
após a primeira vitória, proferir juras de amor eterno e incondicional. Fica
patético.
Se somos
torcedores… Bora torcer, né?  O
Flamengo precisa da gente?  Precisa sim.
Mas olha que a gente precisa muito mais ainda dele. Nossa base. Nosso alicerce.
Nosso porto seguro (ainda que meio instável ultimamente) onde esquecemos um
pouco dos problemas da vida. E pode acreditar. Até pro povo mais raivoso e que
condiciona seu amor aos resultados. Essa porra de ganhar só é bom porque tem
essa outra coisa de perder envolvida.
Quarta-feira,
hein?  Quero ver todo mundo ligado em
tudo que acontecer no jogo contra o Náutico. Não tem desculpa. Aqui é FLAMENGO.
Sem
mais,
Do
amigo,
Sorin.
Facebook:
Mercio Querido
Twitter:
@sorinmercio
Instagram:
Mercio Querido

MAIS LIDOS

Galhardo responde Gabigol após provocação

O Flamengo ganhou o titulo do Campeonato Brasileiro na última quinta-feira, em jogo válido pela ultima rodada do Campeoato Brasileiro. O Rubro-negro ganhou o...

Tudo normal: Diego Alves tira onda após mais um titulo do Mengão

O Flamengo foi campeão após uma temporada muito irregular. O Internacional chegou a ficar disparado na ponta da tabela do Brasileirão, entretanto, o Rubro-negro...

Denílson não deixou barato. Ele colocou uma máscara do Gabigol e aloprou a Renata Fan

O Flamengo jogou na noite desta quinta-feira diante do São Paulo, em jogo válido pela 38ª e última rodada do Campeonato Brasileiro. O Rubro-negro...

”Cabo, Flamengo é campeão”: Reação desesperada do torcida do Inter com titulo do Mengão

O Flamengo jogou na noite desta quinta-feira diante do São Paulo, em último jogo do Campeonato Brasileiro. O Rubro-negro carioca não jogou nada bem...