quinta-feira, outubro 1, 2020
Início Notícias Sem time, Luiz Alberto quer ser técnico.

Sem time, Luiz Alberto quer ser técnico.

GLOBO
ESPORTE – Se a maioria dos jogadores vive um dilema quanto ao momento certo de
pendurar as chuteiras, Luiz Alberto parece estar perto de colocar um ponto
final no seu. Cogitado no Boavista para a Copa Rio, mas longe dos gramados
desde que se desligou do São Gonçalo no meio da temporada, o zagueiro de 37
anos – mesmo relutante em determinar o fim da carreira – reconhece que não
pretende voltar a atuar para se dedicar a outros projetos.
Levando
uma vida tranquila em Niterói, a única possibilidade, aliás, que o faria
retornar ao mundo da bola como jogador, conforme o próprio revela, seria a
chegada de uma proposta irrecusável com garantias de uma boa estrutura para
trabalhar – situação que o atleta mesmo considera difícil.
– Eu
ainda não estou aposentado, mas pretendo parar. Só voltaria a jogar por uma
situação muito boa, que não sei mais se vai acontecer. Tive algumas situações
recentemente, mas acabei não achando viável – revela o zagueiro.
Mas
isso não quer dizer que Luiz Alberto vai se afastar do futebol. Muito pelo
contrário. A um mês de completar 38 anos, ele tem planos de seguir no mundo da
bola, mas para atuar fora de campo no time que mantém em São Gonçalo – cidade
onde nasceu e vizinha da que vive atualmente.

Pretendo parar porque tenho algumas propostas de parceria para a escolinha do
meu clube, o L.A Sport Club, que fica em Tribobo, em São Gonçalo. Estou
pensando em me dedicar, em ser o treinador do time. O bom é que lá que posso
comandar, fazer como eu quero – disse.
OBRIGADO, FUTEBOL
Revelado
pelo Flamengo – onde conquistou estaduais – e com passagens por Internacional,
Santos, Atlético-PR, Náutico, Boca Juniors, da Argentina, e Fluminense, onde
foi campeão da Copa do Brasil 2007 e vice da Libertadores no ano seguinte, Luiz
Alberto, apesar de não confirmar o fim da carreira, já se mostra satisfeito com
tudo que construiu no mundo da bola.
– Se
eu realmente me aposentar, não voltar a jogar, não quero despedida, penso em
fazer tudo com tranquilidade. Acho que só posso agradecer por tudo que o
futebol me deu, tudo que me ofereceu. Tudo que tenho hoje devo ao futebol.
Tenho orgulho de ter jogado em muitos clubes grandes, tive uma carreira muito
boa e vitoriosa. Isso é que fica de bom do futebol – concluiu.

MAIS LIDOS

Jogador do Del Valle vê resultado injusto

A vitória do Flamengo sobre o Independiente del Valle, por 4 a 0, nesta quarta-feira, fez com que o Rubro-negro desse um salto na...

Lincoln brilha em partida que poderá ter sido a última pelo Fla

Diante de tantos desfalques, surgiu para Lincoln algumas novas oportunidades de aparecer no elenco. O jogador ainda possui 19 anos, é um jovem em...

Grata surpresa: Flamengo tem elenco maior do que imaginava

O cenário nos últimos dias era caótico, o Flamengo simplesmente não tinha time para entrar em campo. Ou será que tinha? Bem, a realidade...

Jordi Guerrero recebe eleogios da torcida: ”Fica”

A vitória do Flamengo por 4 a 0 foi muito comemorada pelos torcedores nas redes sociais. Com o resultado, o Fla se garantiu nas...