Sinto muito, mas assim o futebol vai acabar no Brasil.

Por: Fla hoje

Foto: Gilvan de Souza / CR Flamengo

GOAL: Por
Rodrigo Calvozzo 

Aproveite
em quanto é tempo, pois a sua grande paixão caminha a passos largos que acabar
no local que sempre fez questão de se auto intitular o país do futebol. Desta vez
não se trata de nenhuma crise técnica, ou um treinador incompetente, mas sim
uma sociedade doente, que agora cismou de levar o caos também para o que até
então era uma de suas fugas. É claro que isso não é um fenômeno recente, mas
jamais tivemos uma mostra tão intensa, em diversas frentes, como vemos
atualmente.
Mais
uma vez abrimos a semana vendo a notícia da morte de um torcedor, que
simplesmente queria assistir uma partida do seu clube de coração. Ele não foi
capaz de realizar isso, pois levou um tiro no rosto e faleceu. Pouco importa
qual era o seu time, qual tamanho de seu fanatismo, o fato é que esse isso está
deixando de ser algo isolado para entrar na rotina… já já trataremos de
acontecimentos assim como tiroteios que ocorrem nas favelas ou nas periferias,
com uma notinha de rodapé.

pouco mais de uma semana outro torcedor fora agredido próximo ao Maracanã
(mesmo sem ter evento por ali) e luta para sobreviver. Agora outros três
torcedores foram baleados e um faleceu. Me diga então como podemos ficar
sossegados ao decidir assistir uma simples partida de futebol?
O pior
de tudo é saber que esses fatos refletem apenas a selvageria que estamos
(infelizmente) nos acostumando a conviver. Não adianta dizer que o Rio de
Janeiro é um local perigoso. Seja entre os cariocas, paulistas, ou brasileiros
de qualquer estado, a verdade é que a cada dia nossa selva assume o controle de
todos os setores e ficamos ainda mais isolados em nossas “ilhas de paz”, ou
seriam, bunkers?
Para
completar a tragédia, Botafogo e Flamengo ainda se envolvem um uma idiota
discussão virtual após o jogo, onde os alvinegros se colocam como vítimas de
uma brincadeira, que nitidamente não tinha nenhuma relação com os fatos
ocorridos fora do estádio. Será que ninguém percebeu que essa postura apenas
alimenta ainda mais a rivalidade entre os torcedores mais exaltados?
Diante
disso, como passaremos a paixão pelo futebol aos nossos filhos e próximas
gerações? Me recordo de quando era criança das diversas vezes pedia ao meu pai
para me levar ao Maracanã. Hoje em dia não vejo esse mesmo entusiasmo na
molecada. Aliás, quem vive no Rio de Janeiro nem tem como pedir para ir ao
Maraca, eles precisam pedir para ir a estádio como de Los Larios, Volta
Redonda, Moça Bonita… que mesmo tendo sua história, estão longe de ter o
encantamento do eterno “maior do mundo”.
 É uma pena, mas fatos assim apenas refletem
como estamos nos tornando primatas em busca de sobrevivência na selva, onde
cada um precisa defender seu espaço, mesmo que para isso seja necessário passar
por cima de outro ou até mesmo tirar a sua vida. Não é que eu concorde com
isso, mas é apenas uma constatação do que vejo no dia a dia, seja no trânsito,
nos protestos, ou nos estádios. Estamos doentes e ninguém tem remédio para
isso.
Enquanto
isso, aqueles que não podem ver de perto seus ídolos precisam ficar grudados na
TV. Sendo assim, em condição de igualdade, é melhor assistir uma partida com
craques como Messi, Neymar e tantos outros gênios ou uma peleja do campeonato
estadual? A cada dia entregamos de bandeja nosso combustível para os times de
fora, que passam, mesmo que a distância, a alimentar a paixão que estamos
matando por aqui.
E
quando digo que a loucura de selva toma conta de nosso país, lembro que neste
final de semana, crianças com menos de cinco anos foram impedidas de assistir
Ituano x Palmeiras devido a uma decisão judicial. Agora as crianças devem ficar
em casa, pois não somos capazes de dar paz para ninguém.
Quando
o futebol acabar no Brasil, tenham pelo menos a lucidez de darem uma olhada nos
livros para homenagear o que um dia foi considerado a paixão nacional.

MAIS LIDOS

Tudo normal: Diego Alves tira onda após mais um titulo do Mengão

O Flamengo foi campeão após uma temporada muito irregular. O Internacional chegou a ficar disparado na ponta da tabela do Brasileirão, entretanto, o Rubro-negro...

Denílson não deixou barato. Ele colocou uma máscara do Gabigol e aloprou a Renata Fan

O Flamengo jogou na noite desta quinta-feira diante do São Paulo, em jogo válido pela 38ª e última rodada do Campeonato Brasileiro. O Rubro-negro...

”Cabo, Flamengo é campeão”: Reação desesperada do torcida do Inter com titulo do Mengão

O Flamengo jogou na noite desta quinta-feira diante do São Paulo, em último jogo do Campeonato Brasileiro. O Rubro-negro carioca não jogou nada bem...

Põe no DVD: Patrick chora muito com titulo do Mengão; torcida do Fla tira onda

O Flamengo é novamente  campeão brasileiro. Após um ano difícil, com a pandemia e a saída e contratação de treinadores, o Rubro-negro conseguiu uma...