Sobre as finanças do Flamengo.

Por: Fla hoje

Teoria
dos Jogos – Após a divulgação das demonstrações financeiras – onde apresentou a
maior receita de 2014 e o maior lucro da história de um clube no Brasil – o
Blog Teoria dos Jogos conversou com Paulo Dutra, diretor financeiro do
Flamengo. Foram dez perguntas não apenas sobre publicação do balanço, mas
também relativas ao uso do Maracanã e o valor pago pelo televisionamento dos
jogos. A pergunta de nº 2 foi respondida por Bruno Spindel, diretor de marketing
– cujo departamento gentilmente intermediou a entrevista. Vamos às perguntas:

1) A divulgação do balanço na
segunda-feira confirmou aquilo que já se esperava: Flamengo líder em receitas
do futebol brasileiro no ano de 2014, com R$ 347 milhões. Esta supremacia (que
não ocorria há uma década) chegou mais cedo que o planejado?
PD:
Quando traçamos a meta pra cada ano, não nos comparamos com o mercado. Esses R$
347 milhões estavam dentro do valor orçado para 2015 e vieram no tempo
esperado, graças ao trabalho de todos o clube.
2) Considerando a estagnação do projeto sócio-torcedor  e a crise econômica que
pode impactar sobre patrocínios, onde haveria espaço para crescimento de
receitas em 2015?
(Bruno
Spindel) Entendemos que o sócio-torcedor voltará a crescer forte em breve. Há
novos parceiros entrando na rede de descontos, em breve teremos kit
sócio-torcedor nas bancas de jornais do Rio de Janeiro, novas modalidades de
pagamento, retorno do Campeonato Brasileiro e outras novidades a serem
anunciadas em breve que serão grandes incentivos a adesão de mais torcedores ao
programa. Se o torcedor abraçar o programa teremos no futuro orçamento
compatível com os maiores clubes do mundo e o céu sera o limite. A realização
dos sonhos dos torcedores só depende deles. Além do retorno do crescimento do
sócio-torcedor acreditamos que vamos entregar crescimento relevante na receita
com patrocínios assim como um crescimento consistente na receita de lojas
oficiais pela sua expansão pelo Brasil.
3) Existem diversas leituras quanto ao
tamanho da dívida de um clube com base em seu balanço patrimonial. Qual seria o
verdadeiro tamanho da dívida do Flamengo ao final de 2014?
PD: Temos R$ 577 milhões de dívida líquida. A
adesão do torcedor ao Nação Rubro-Negra e outras iniciativas do clube ajuda a
pagar tudo sem perder competitividade.
4) A partir de 2016, o valor a receber
pelo televisionamento aberto do Brasileirão saltará dos atuais R$ 115 milhões
para R$ 170 milhões. O Flamengo utilizará toda esta sobra de caixa na amortização
de sua dívida?
PD:
Ainda não foi aprovado o orçamento de 2016.
5) Ainda sobre receitas de
televisionamento: Haveria uma desproporção nos repasses referentes ao
Campeonato Estadual (menos de R$ 10 milhões), quando comparados ao que se paga
pelo Brasileirão?
PD:
São campeonatos distintos com públicos distintos então a comparação não cabe.
6) Para que a dívida se mantenha sob
controle, é fundamental sua renegociação com base na Medida Provisória 671
(PROFUT). Segundo os cálculos do Flamengo, qual seria o superávit mensal após
aderir ao Programa? Em outras palavras, quanto o clube pagava por mês na
parcela de suas dívidas e quanto passará a pagar?
PD: O
Flamengo ainda não possui estes cálculos pois a Receita Federal precisar
regulamentar a forma de funcionamento do PROFUT. Vale salientar que o clube já
se atualizou para acompanhar esse tipo de reforma com a aprovação do Conselho
Deliberativo à Lei de Responsabilidade Fiscal Rubro-Negra.
7) Novamente segundo o balanço, o Flamengo
teria recebido R$ 19.736.480,00 a título de “repasse de direitos federativos”.
A que atletas tal conta se refere? O valor provisionado (mas não recebido) por
Hernane Brocador e repasses pelo mecanismo de solidariedade da FIFA se
enquadrariam aqui?
PD: Se
refere principalmente aos jogadores Hernane e Caio Rangel
8) O empréstimo de R$ 24.789.160,00
contraído junto ao Consórcio Maracanã será abatido das receitas do clube no
estádio? Se sim, ao longo de que período? O alto custo de se jogar por lá –
algo que parece ter piorado em 2015 – não prejudicaria o honrar deste
compromisso?
PD: O
Flamengo tem o Maracanã como sua casa. O pagamento do empréstimo tem vencimento
final em 2016, mesmo prazo do acordo em vigor.
9) Ainda o Maracanã: em entrevista ao
Valor Econômico, o vice-presidente de finanças Rodrigo Tostes afirmou que o
Flamengo teria capacidade de assumir o estádio – fazendo dele um sucesso
financeiro – caso a Concessionária decidisse abandonar a gestão do estádio por
desequilíbrios econômico-financeiros. Trata-se de uma possibilidade real?
PD:
Não depende de vontade do Flamengo. O estádio foi licitado e o Consórcio
Maracanã está fazendo a operação. Caso o Consórcio Maracanã decida que não
deseja mais operar o estádio o Flamengo teria interesse em assumir a sua
operação.
10) A festejada reversão do déficit dos
esportes olímpicos (Prejuízo de R$ 12.873.236 em 2013, lucro de R$ 3.245.259 em
2014) veio para ficar? Há margem para melhorias ainda mais significativas nesta
seara?
PD:
Sempre existe margem para melhorias e esta gestão está e estará sempre buscando
a conquista de campeonatos com responsabilidade
Um
grande abraço e saudações!
Siga
@vpaiva_btj

MAIS LIDOS

Galhardo responde Gabigol após provocação

O Flamengo ganhou o titulo do Campeonato Brasileiro na última quinta-feira, em jogo válido pela ultima rodada do Campeoato Brasileiro. O Rubro-negro ganhou o...

Tudo normal: Diego Alves tira onda após mais um titulo do Mengão

O Flamengo foi campeão após uma temporada muito irregular. O Internacional chegou a ficar disparado na ponta da tabela do Brasileirão, entretanto, o Rubro-negro...

Denílson não deixou barato. Ele colocou uma máscara do Gabigol e aloprou a Renata Fan

O Flamengo jogou na noite desta quinta-feira diante do São Paulo, em jogo válido pela 38ª e última rodada do Campeonato Brasileiro. O Rubro-negro...

”Cabo, Flamengo é campeão”: Reação desesperada do torcida do Inter com titulo do Mengão

O Flamengo jogou na noite desta quinta-feira diante do São Paulo, em último jogo do Campeonato Brasileiro. O Rubro-negro carioca não jogou nada bem...