Spindel explica parceria do Fla com o Grupo City

FOTO: DIVULGAÇÃO

Nos últimos anos o Flamengo vem se destacando em revelar jogadores jovens que despertam interesse de grandes clubes da Europa. O atual momento do Mais Querido fez com que o clube carioca formasse uma parceria com o Grupo City. De acordo com o executivo de futebol Spindel, a transferência significa algo a mais que uma simples parceria.

“Primeiro de tudo começou com o interesse deles pelo Caio e pelo Vinícius. Foram negociações com eles de formato de negócio e algo interessante para eles e para o Flamengo. O Flamengo tem o retorno financeiro importante em curto prazo e para os atletas faz sentido para a carreira deles. O Flamengo continua parceiro do Grupo City e pode participar financeiramente do crescimento deles. Se for o caso, eles podem até voltar para o clube. É um negócio diferente bom para os atletas, Grupo City e também para o Flamengo. É muito mais uma parceria do que uma transferência simples. O modelo é interessante”, disse Spindel.

Nos últimos dias o Flamengo acertou a venda do volante Vinícius Souza ao Grupo City. O jogador de 21 anos é mais uma cria no Ninho, e vai assinar um contrato de cinco anos para defender o Lommel SK, da Bélgica, mesmo clube do lateral Caio Roque, que também foi recém-contratado.

Notícias relacionadas

Pela negociação o  Mais Querido vai receber cerca de 3 milhões de euros (cerca de R$ 19 milhões na cotação atual) por 70% dos direitos econômicos. Os outros 30% são divididos entre jogador e representantes. Nesta temporada, o jogador atuou em quatro partidas pela equipe profissional do Flamengo. Na Taça Guanabara, o atleta foi titular contra Vasco, Fluminense, Macaé e Volta Redonda, e não balançou as redes em nenhum dos jogos.

FlaHoje: Apaixonada por futebol. Jornalista formada pela UNITAU e com passagens por portais esportivos. Viva o futebol, viva o Esporte.

Este site usa cookies!