terça-feira, setembro 22, 2020
Início Notícias Tamanho é documento no Carioca.

Tamanho é documento no Carioca.

Foto: André Mourão / Agência O Dia

O DIA:
No conto bíblico, o pequenino ruivo Davi derrotou o gigante Golias, de 2,90m, ao
acertar sua testa com uma pedra. Na história do Campeonato Carioca, os quatro
grandes não ficaram com o título em apenas 11 das 114 edições. Apesar do amplo
domínio de Botafogo, Flamengo, Fluminense e Vasco, os clubes de baixo
investimento faziam graça — Madureira, Volta Redonda e Americano chegaram a
disputar finais, inclusive. Mas isso até 2007, quando os próprios clubes
decidiram aumentar o número de participantes de 12 para 16. Desde então,
prevaleceram as quatro maiores forças.

O ano
de 2016 ilustra bem o poderio do grandes, que têm 86,6% de aproveitamento
contra os pequenos. São 25 vitórias, três empates e só duas ‘zebras’. Bota,
Fla, Flu e Vasco sofreram só 15 gols e marcaram 65, com destaque para as
goleadas rubro-negras sobre Portuguesa e Resende, ambas por 5 a 0, no Estádio
Raulino de Oliveira.
O
enfraquecimento técnico passa para a arquibancada com o desinteresse dos
torcedores pelo torneio. Na primeira rodada do Carioca de 2007, último ano do
torneio com 12 times, foram 68.812 torcedores pagando ingresso, uma média de
11.468. Esse ano foram 19.401 (média de 2.381), quase 300% a menos.
Vale
ressaltar a ausência do Maracanã, puxando a média ainda mais para baixo. No
entanto, os paliativos parecem ter dado certo visto os bons públicos do Fla-Flu
em São Paulo (28.727 pagantes) e Brasília (32.024) e Vasco x Boavista no
Espírito Santo (16.500). Essas audiências alavancaram o público do Campeonato
Carioca, que tem 2.961 pagantes por jogo, atrás do Paulista, Mineiro, Gaúcho,
Paraibano, além da Copa do Nordeste e da recém-fundada Primeira Liga.
FOGÃO É O TIME QUE MENOS TROPEÇOU
Se não
foi a equipe que mais títulos ganhou neste século, o Botafogo foi o que menos
perdeu pontos para os pequenos. Foram apenas 24 derrotas, contra 28 de Flamengo
e Fluminense, além de 29 tropeços do Vasco. Neste período, os alvinegros
chegaram em oito decisões e ganharam três. Os rubro-negros são os recordistas,
com sete. Os tricolores têm três, e os cruz-maltinos, dois.
Entre
os pequenos, quem conseguiu mais triunfos sobre os grandes foram Volta Redonda
e Americano, com 17 vitórias cada. Vale lembrar que o time de Campos não
disputa a Série A do Campeonato Carioca desde 2012. Já o Voltaço aparece como o
grande carrasco dos grandes até o momento neste ano. Venceu a dupla Fla-Flu em
seu estádio e está na zona de classificação para as semifinais, atrás apenas do
líder invicto Vasco.

MAIS LIDOS

Domenec agradece: Conheça os jovens jogadores chamados ao Equador

Domenec terá quatro jogadores pouco conhecidas por ele (e até nós) para a partida desta terça-feira pela Libertadores. Natan, João Lucas, Guilherme Bala e...

Torcedores pedem para adiar o jogo do Flamengo

O Flamengo confirmou nesta segunda-feira o sétimo contaminado pelo Novo Coronavírus. Com tantos desfalques e risco iminente de um surto dentro do Rubro-negro, com...

O futebol não foge do mundo exterior

Desde que o Flamengo anunciou seus infectados, torcedores tem buscado nas redes sociais "explicações" para isso ter acontecido, como se o futebol fosse aquém...

Onde assistir Barcelona x Flamengo ao vivo

O Flamengo não está vivendo dias fáceis. Enquanto no Brasileirão vem de uma dura derrota para o Ceará, na Libertadores o Rubro-negro passou uma...