Técnico do Flamengo mostra conhecer (e muito) a Católica.

Foto: Raphael Zarko/GloboEsporte.com

GLOBO
ESPORTE
: Minutos antes de entrar no campo de jogo, no estádio San Carlos
Apoquindo, o técnico Zé Ricardo disse que ainda pensa no substituto de
Mancuello no setor ofensivo do Flamengo. Berrío e Gabriel disputam a vaga. O
colombiano tem a vantagem de ser mais rápido e mais forte, enquanto o baiano já
está adaptado ao sistema de jogo do treinador rubro-negro.

O
treinador do Flamengo, que completou 46 anos nessa segunda-feira, lembrou da
eliminação para o Palestino na Sul-Americana do ano passado e disse que vai
alertar os jogadores para segurar a pressão inicial da Universidad Católica.
– A
equipe deles sabe o que faz com a bola, é muito organizada. São bons jogadores
no meio de campo, como o Fuentes, e a estrela do time, que para mim é o
Buonanotte, um jogador de técnica diferente. Santiago Silva faz ótimo papel de
pivô. Eles têm boas opções do banco de reservas. Estamos tentando nos preparar
da melhor maneira possível. Qualquer detalhe faz a diferença, é nosso grande
objetivo do momento passar de fase. Suportar a pressão inicial vai ser bem
importante. Acredito que eles vão tentar fazer isso, como estratégia do Mario
Salas, e precisamos segurar esse ímpeto inicial. Para depois fazer nosso jogo –
disse o treinador do Flamengo.
Confira
outros tópicos da entrevista de Zé Ricardo:
Berrío ou Gabriel?
Fizemos
algumas avaliações nesses dias. Temos duas opções da entrada no lugar do
Mancuello. Não devemos ter mudanças significativas em relação à maneira como a
gente jogou. Não devo ter grandes modificações. Na plataforma que a gente joga
a característica muda um pouco, mas já estamos acostumados a jogar de algumas
formas. Isso não vai ser problema
Reação da Católica
A
gente espera jogo extremamente difícil amanhã. Católica fez grande jogo em
Curitiba, conseguiu resultado no fim do jogo que parecia pouco provável. Teve
oportunidades e conseguiu. Fim de semana teve vitória significativa e venceu
por 4 a 1. Vai nos colocar em muita dificuldade amanhã. Não é à toa que é a
atual campeã chilena, com Buanonotte, Fuenzalida, Santiago Silva. Tudo vai
depender do que vamos ver nas próximas 24 horas. Não definimos qual equipe vai
entrar, mas o Flamengo tem que ter muita atenção para jogar contra equipe forte
como a Católica. Mas precisamos também jogar. Pensamos grande e as dificuldades
passam por jogar aqui contra a Católica.
Informações da Católica
Desde
que saiu o grupo da Libertadores fomos coletando informações dos dois – San
Lorenzo e Católica. Com informantes aqui, através de vídeos. Eles passaram
início difícil, mas o momento ruim já passou. Teve campanha muito bonita no
Apertura do ano passado, vendo a maneira como o Marcelo (Mario) Salas pode vir
amanhã. Tem versatilidade, muda bastante a forma de jogar. Jogo dificílimo para
a gente. Mas se quisermos algo grande passa por dificuldades como esta aqui.
Futebol chileno vem em evolução, precisamos ter todos cuidados, eles são
bicampeões da Copa América. As diferenças ficam em segundo plano, são equipes
talentosas, cada um com sua característica. São bons jogadores, bom treinador. Precisamos
estar extremamente concentrados, com intensidade alta, concentrados no tempo,
até apitar o final da partida. Prova disso foi a largada na Libertadores e a
Católica foi muito bem.
Santiago Silva
Santiago
é um grande jogador. Todos na América do Sul conhecem. Fez dois gols no
Chileno, tem que ser vigiado de perto, capacidade de finalização muito grande e
usa o físico para jogar de pivô, para servir os companheiros que vêm de trás.
Tem muita experiência em Libertadores e isso conta bastante.
Cálculo de pontos
Difícil
fazer essa previsão. Importante pontuar bem em casa e tenta pontuar fora. Todos
dizem que com 10 pontos garante a classificação. Vamos tentar alcançar essa
meta.
46 anos de Zé Ricardo (completos no dia
13)
Foi um
ano muito intenso. Ano passado estava no sub-20. No Flamengo foram muitos anos
na base. Experiência vem com o tempo. Espero falar ano que vem de mais coisas
boas na minha vida. Só tenho a agradecer a Deus completar 46 anos num clube
como o Flamengo.
Gringos do Fla ajudam
Desde
que classificamos na Libertadores conversamos sobre as dificuldades da
Libertadores. Os estrangeiros têm muito a acrescentar. Torcida faz diferença,
como a nossa nos empurrou bastante. A Católica tem grande torcida também. Vamos
tentar controlar ansiedade e os estrangeiros ajudam nisso também.
Diferença econômica
Não
entra em campo, comportamento da equipe dentro das quatro linhas que é
importante. Foco é em performance, melhorar cada vez mais como equipe. Melhora
individual, coletiva, para fazer jogo de alto nível amanhã.
Palestino
Ajuda
sim, tudo acaba ajudando. Naquela ocasião, outro aspecto, tínhamos peso muito
grande, viajando muito, preferimos não utilizar os 100%, mas tínhamos como
Palestino mostrou porque o futebol chileno vem em evolução. Vencemos aqui, mas
fomos eliminados. Tiveram mérito deles, com certeza isso faz a gente lembrar,
atentos 100%, evolução dos chilenos, na última década é notória. Não é à toa
que tem grandes jogadores em grandes centros, equipes fazendo ótimo papel no
campeonato sul-americano.

Por: FlaHoje

MAIS LIDOS

SBT divulga chamada para jogo do Flamengo na Liberta; Assista

O Flamengo terá pela frente um grande jogo de futebol marcado para essa terça-feira, com transmissão do SBT. Um dia após completar um ano...

Com medo do Fla, Globo toma medida desesperada para concorrer com o SBT

A Globo traçou sua estratégia para competir com o jogo do Flamengo diante do Racing pela Libertadores. A partida será transmitida pelo SBT e...

Problema recorrente: Flamengo lidera estatísticas de chances perdidas

Na partida do último sábado diante do Coritiba, uma das maiores reclamações da torcida do Flamengo se deu ao número de chances reais de...

Com bom retrospecto contra argentinos, Flamengo chega confiante na Libertadores

O Flamengo começa sua caminhada na fase de mata mata da Libertadores amanhã, diante do Racing da Argentina. Se o futebol apresentado pela equipe...