terça-feira, setembro 22, 2020
Início Notícias Técnico do Flamengo revela insegurança com volta de Ederson.

Técnico do Flamengo revela insegurança com volta de Ederson.

Ederson e Zé Ricardo, técnico do Flamengo – Foto: Gilvan de Souza

GLOBO ESPORTE:
Liberado pelo departamento médico, Ederson treina normalmente com o elenco do
Flamengo, mas o técnico Zé Ricardo ainda não levou o meia para um jogo em 2017.
Preocupado com o ritmo do jogador, que não entra em campo há mais de nove
meses, o treinador se justifica: não quer escalá-lo no atual momento decisivo
do Rubro-Negro.

Adversário
do Fluminense na final do Campeonato Carioca, o Flamengo também está na reta
decisiva da fase de grupos da Libertadores. Após quatro jogos disputados, é o
segundo colocado do grupo 4, com seis pontos, e enfrenta a Universidad
Católica, que tem cinco, na próxima quarta-feira, no Maracanã, às 21h45,
podendo ficar mais perto da vaga no mata-mata ou se complicar.
Ederson
está recuperado clinicamente, como o próprio técnico diz. Tem treinado
normalmente com os companheiros e participou de 50 dos 100 minutos de um
jogo-treino no último dia 19, quando o Flamengo venceu o Ceres, da Terceira
Divisão, por 4 a 0. O camisa 10 fez um gol. Mesmo assim, Zé Ricardo ainda não
leva o meia sequer para o banco de reservas – nem com a lesão de Diego. Ele,
porém, argumenta: não quer “atropelar” o processo de retorno.
– O
Ederson está recuperado clinicamente, mas precisa estar 100% para ir a campo e
se sentir seguro. Quando se tem seis ou sete jogadores no banco só, diminui um
pouco (a chance de voltar). Alguns atletas estão à frente dele em ritmo de
jogo. Estamos numa fase completamente aguda e temos de montar nosso time de
acordo com a estratégia que definirmos. E contar com imprevistos, como o que
aconteceu com o Everton (cortado do jogo contra o Atlético-PR). Imagina se quem
entrasse fosse o Ederson… Provavelmente, ele não vá para o jogo domingo
(contra o Flu) – disse Zé.
Sem
Diego, em recuperação de uma lesão no joelho, o Flamengo tem atuado com três
volantes: Márcio Araújo, Romulo e Willian Arão. Gabriel, Trauco e Guerrero
formaram o ataque nas últimas partidas. Mancuello, Paquetá e Matheus Sávio são
as outras opções no setor de criação, já que Ederson não tem sido utilizado.
O
meia, que não joga desde julho do ano passado, quando recebeu um carrinho do
lateral-direito Fagner, do Corinthians, está na última fase de recuperação
programada pelo Flamengo, para readquirir ritmo de jogo, acertar os últimos
detalhes e poder voltar a jogar. No dia a dia, ele faz todos os trabalhos com
os companheiros, sem restrições, há cerca de um mês.

MAIS LIDOS

As opções de Domenec

Não são tão vastas as opções para Domenec, ele precisará quebrar cabeça para encontrar o melhor Flamengo possível para hoje. É bem verdade que...

Voo com “reforços” é barrado no espaço aéreo peruano

A situação do Flamengo anda tão complicada que até o simples não tem funcionado. Na madrugada desta segunda para terça o avião dos jovens...

Jorge Jesus quer voltar ao Flamengo? Jorge Nicola explica

Ao longo dos últimos dias, um boato começou a ganhar força no Twitter. O boato diz que Jorge Jesus estaria insatisfeito no Benfica e...

Sormani detona o Flamengo na pandemia: ”É o que mais faz bobagem”

O Flamengo não está tendo dias fáceis. Nesta segunda-feira, o Rubro-negro anunciou que mais um atleta foi contaminado pelo Novo Coronavírus. Com Vitinho também contaminado, o...