quinta-feira, outubro 1, 2020
Início Notícias Time de frouxos.

Time de frouxos.

Buteco
do Flamengo – Além das excessivas falhas do sistema defensivo e da baixa
qualidade técnica de alguns jogadores é consenso entre nós torcedores de que um
dos principais motivos para os resultados adversos que tivemos ao longo do ano
é a falta de brio dos jogadores.
Você
olha para os jogadores e não enxerga aquela gana em vencer os jogos a qualquer
custo, é nítida a falta de tesão em vestir o manto sagrado, falta raça, falta
vontade em momentos decisivos, resumindo, hoje convivemos e torcemos para um
time de frouxos!
Assisti
recentemente ao jogo entre Corinthians e Santos e você observava os jogadores
do small mordidos, empenhados, comprometidos com o objetivo final que é o
título do Campeonato Brasileiro, mesmo eles estando a diversas rodadas na
liderança e com uma relativa folga ao segundo colocado.
O
Atlético Mg mesmo tomando uma sapecada do Santos na Vila Belmiro, não se abate
e consegue logo em seguida nos golear e retomar o rumo na competição sem perder
a confiança e se desestabilizar.
Aqui
basta uma sequência de vitórias para o Paulinho querer fazer uma série de
firulas, para o Alan Patrick desfilar dentro de campo, surgir um festival de
toquinhos de calcanhar e o oba-oba tomar conta dos jogadores.
Quando
utilizo o termo time de frouxos, os dois primeiros nomes que me veem a cabeça
são Cirino e Canteros. Mesmo com alguns lampejos de bom futebol, os dois já
ficaram marcados e basta alguns erros em sequência para começar a cornetagem.
Daí eu lhes pergunto:
E se
o Cirino e o Canteros jogassem no Corinthians e no Atlético MG, será que também
seriam taxados de frouxos ou iriam comprar a briga do restante do grupo e
passarem a ser mais competitivos e comprometidos?
Como
não acredito que dirigentes fanfarrões que falem grosso e quebrem o pau em
vestiários sejam a solução para corrigir este problema, proponho algumas
soluções:
Treinador
Aqui
eu enxergo o eterno dilema da Tostines. O Corinthians e o Atlético estão conquistando
resultados devido o Tite e o Levir estarem a tanto tempo no comando das equipes
ou eles estão há tanto tempo no comando só por que estão conquistando
resultados?
O
fato é que tanto Corinthians quanto Atlético encontraram treinadores que se
enquadram na filosofia dos clubes e conseguiram criar uma identidade que há
alguns anos atrás não existia, independente do restante do trabalho que é
executado pelos dirigentes.
Será
que o Oswaldo conseguiria exercer esta função no Flamengo? Sinceramente não sei,
até acho que é possível, mas entendo ainda ser cedo para responder esta
pergunta. Se ele conseguir com que o Flamengo continue pelo menos brigando até
o final do Brasileiro por essa vaga na Libertadores será o pontapé inicial para
um relacionamento mais duradouro.
Vejo
o Oswaldo com muito mais chances de assumir este papel do que treinadores que
tiveram uma passagem curta vitoriosa no Fla como Jayme e Andrade.
Contratação de jogadores
Como
determinar que um jogador possui brio ou é frouxo?
Quando
você estuda o histórico de jogadores mais rodados como Sheik e Felipe Melo,
você sabe que se trata de um jogador de confiança, alguém que é comprometido
com a vitória e não fica conformado com derrotas constrangedoras.
Mas
e quando você está buscando uma promessa de centros menores como o Cirino ou
até mesmo o Erik, que saiu recentemente do Goiás, como analisar este perfil?
Entendo
que alguns jogadores já nasçam com essa gana de vencer, com esse
comprometimento acima da média que exigimos de todos os nossos jogadores, mas
acredito que é possível também fazer com que um jogador conhecido como “sem
sangue” consiga se enquadrar na filosofia do clube e passar a desenvolver esse
espírito vencedor, portanto vale a pena o risco.
Não
sei se de alguma forma o nosso “centro de inteligência” consegue mapear esse
tipo de comportamento e nem acho que entrevistar os jogadores antes de serem
contratados seja a solução, mas é muito importante que seja realizado um
trabalho pós-contratação em que estimule o jogador a vestir realmente a camisa
do clube.
Palestras motivacionais
Sinceramente
tenho minhas dúvidas se os jogadores de hoje em dia se importam com a história
do clube em que jogam, com a torcida e demais fatores que deveriam ser
fundamentais para despertar essa gana de vencer a qualquer custo.
O
que será que daria mais certo?
– Colocar
o Adílio para palestrar para os jogadores comentando sobre a era de ouro do
clube e tudo que conquistou devido ao futebol;
– Colocar
um vídeo com declarações de torcedores de todo Brasil e mostrando que só o
Flamengo consegue fazer eles felizes mesmo com toda a miséria e dificuldade que
enfrentam no dia-a-dia;
– Mostrar
um documentário sobre a carreira do Cristiano Ronaldo e Messi e tudo que foi
preciso ser feito para chegaram ao patamar que atingiram nos dias de hoje.
É
preciso que o clube possua algum psicólogo ou uma espécie de área de RH que
entenda a fundo a maneira de pensar e comportamento dos jovens jogadores para
fazer um trabalho diferenciado desde as categorias de base.
Acredito
ser possível que o jogador compareça ao Barra Music em seus momentos de folga
sem que perca o foco no trabalho. Não acho que é preciso ser santo para se dar
bem no futebol, muito pelo contrário.
Aproximação com a torcida
Os
jogadores precisam cada vez mais se aproximar da torcida para perceber o quão
importante é o Flamengo para essa Nação maravilhosa.
Veja
o exemplo do Jerome Meyinsse no basquete. O atleta é americano e mesmo assim
frequenta o Maracanã semanalmente, distribui ingressos para torcedores que
participaram de uma campanha no Twitter, aprendeu todas as músicas da torcida e
até o hino ele aprendeu a tocar no trompete.
Por
mais espontâneo que seja a reação do Meyinsse em alguns tweets, você consegue
identificar comprometimento e por que não, amor ao clube, mesmo com tão pouco
tempo de Flamengo.
Sou
fã do Grandão!
Passo
a bola para o restante do Buteco.
O
que deve ser feito no futebol do Flamengo para aumentar esse comprometimento
dos jogadores e a torcida não enxergar mais o nosso time como um time de
frouxos?
Hoje
não vale cornetar, a ideia é propor soluções e buscar alternativas que sejam
viáveis para a situação financeira atual do Flamengo.
SRN
e bom final de semana a todos!
Ricardo
Mattana

MAIS LIDOS

Jordi Guerrero recebe eleogios da torcida: ”Fica”

A vitória do Flamengo por 4 a 0 foi muito comemorada pelos torcedores nas redes sociais. Com o resultado, o Fla se garantiu nas...

Libertadores: Gerson cutuca o Del Valle após goleada

O Flamengo jogou na noite desta quarta-feira diante do Independiente del Valle, em confronto válido pela Libertadores da América. O Rubro-negro não tomou conhecimento do rival, vencendo...

Audiência do Flamengo no SBT vence a Globo; veja os números

O Flamengo jogou na noite desta quarta-feira diante do Independiente del Valle, em confronto válido pela Libertadores da América. Diferentemente do jogo de ida...

Torcedores invadem perfil do Del Valle e devolvem provocações após goleada

O Flamengo entrou em campo na noite desta quarta-feira, em jogo válido pela Libertadores da América. O torcedor do Rubro-negro ficou preocupado com o...