Tipo Colômbia.

Gustavo Cuéllar, camisa 26 do Flamengo – Foto: Gilvan de Souza

BOTECO
DO FLA
: Sorín

Mais
uma boa apresentação. Concreto, gramado, tubulações que o Botafogo não sabia
que precisava, cadeiras, iluminação, e tudo o mais que constrói a parte física
de um estádio ficou pronto com certa demora. Já a parte intangível e não
palpável… Ou melhor seria dizer… Não Excelmente Planilhável… O time e a
torcida vão sabendo tocar essa obra em regime de urgência, dada a necessidade
disso, diante das nove entre dez apresentações não lá muito convincentes do
início de Brasileirão.
E foi
com mais uma noite de bom futebol e empatia entre time e torcida que o serviço
foi feito na noite dessa quarta. Já dá até pra botar uma placa que seja visível
para o time visitante na vibe do “Estamos há x dias sem acidentes de trabalho”
(Ih… Não é que saporra é uma boa ideia? Até parei a redação do texto e fui lá
no Twitter dar um spoiler e uma sugestão para o Orlean).
Até as
“Ameaças Tecladais”, que previam uma não muito construtiva perseguição ao Saraújo
com vaias desde antes da bola rolar acabou, felizmente, se limitando mesmo aos
revolucionários virtuais. Soube que rolaram algumas ofensas de uma meia dúzia
no desembarque do time (contra Márcio Araújo, Vaz, Muralha e Zé Ricardo) e uma
ou outra tentativa isolada de torcer contra em setores espalhados da
arquibancada. Inclusive vi gente mimimizando no Twitter porque teve sua torcida
pró-Santos reprimida e abafada por vozes de maior bom senso.
Em
campo a gente viu o Flamengo que se espera. Brilhante? Avassalador? Imbatível?
Nem de longe. Mas dedicado e honrando o Manto, o que por si só já deixa a gente
todo bobo aqui do outro lado. A grande verdade é que a esmagadora maioria da
Nação quer respeito e um time que jogue bola, sabendo que o resto é conseqüência.
Uma
noite colombiana na Ilha, com boas atuações de Cuéllar e Berrío. Um atazanando
a defesa santista de tudo quanto foi jeito e parando nas mãos do competente e
inspirado Vanderlei (poupando você… Não rola escalar o cara no Cartola esse
final de semana. O jogo é contra o Atlético-GO e ele vai ser menos exigido que
o Thiago na noite de ontem), o outro cumprindo mais uma vez bem suas funções na
meiúca e, de brinde, marcando um golaço que facilita e muito as coisas no jogo
da volta… Eh… Contanto que a gente não caia no erro de ir pra Vila pensando
mais em manutenção da vantagem que em jogar bola.
Uma
pena que o Levir Culpi não tenha assistido ao jogo. Em entrevista chorosa
proferiu: “Não houve predomínio de ninguém”; “O Flamengo não conseguiu
pressionar”; “Foram dois gols de fora da área” (mudaram a regra do futebol e eu
nem sabia que agora era Golzinho Dentro da Área que nem a gente brincava quando
era criança). De qualquer forma, o comandante do Peixe se une com Bruno
Henrique e Renato, que proferiram durante a semana os motivos pelos quais o
Santos estava confiante em um bom resultado, passando pelo ZR e Nossa Torcida
como fatores que iriam favorecer a equipe do litoral paulista. Ah… Para que
conste nos autos… Foram SETE chances reais de gol pro nosso lado e nenhuma
pra eles.
Vale
comemorar a autossuficiência (o novo acordo ortográfico deixou umas palavras
meio esquisitas. Sim, tive que dar um Google nessa aqui) da Nação. Não
precisamos mais de torcedores adversários em derrotas e vitórias. Nas redes
sociais e grupos de whatsapp a tônica após os jogos é uma pá de rubro-negros do
lado de cá e um monte do lado de lá. Daí cada grupo fica jogando na cara do
outro as suas Verdades Absolutas e Eternas, comprovadas cientificamente e de
forma irrefutável pelo acontecido nos últimos 90 minutos. Lamentável.
Agora
é pensar no São Paulo… E por que não? Também no Glorioso que enfrenta o
Corinthians no Itaquerão e no Alviverde Imponente, que encara o Grêmio em
Sampa. Que rufem os atabaques. Bora torcer.
Isso
aqui é Flamengo.

Por: FlaHoje

MAIS LIDOS

Um Fla inconstante na defesa e ataque, o que esperar do futuro?

Rogério Ceni chegou ao Flamengo após passagem turbulenta de Domenec Torrent no comando. Uma das principais necessidades do Flamengo para o restante da temporada...

Atacante do Fla recebe propostas e pode deixar o clube no fim do ano

O Flamengo possui uma das categorias de base mais promissoras do futebol sul-americano. Com tantos bons atletas a disposição do Rubro-negro, jovens atletas das...

Emocionante: Fla faz linda homenagem a cozinheira; Assista

Uma funcionária do Flamengo está se despedindo do clube após 32 anos no Rubro-negro. Conhecida como Tia Zezé, a cozinheira se despediu do Fla...

Thiago Maia dá aval para Flamengo fazer sua cirurgia

Márcio Tannure deu entrevista na tarde desta sexta-feira no Ninho do Urubu. Diante de muitas lesões recentes, várias delas inclusive consideradas de grau elevado...