Torcedor do Flamengo se arrisca e assiste ao jogo infiltrado na torcida do Peñarol

O Rubro-Negro Carlos Roberto Egler, 49 anos, postou fotos e vídeos em suas redes sociais no meio da torcida do Peñarol. Em reportagem ao GloboEsporte.com, o torcedor contou o que o motivou para comprar os ingressos no setor em que a torcida adversária se encontrava. O carioca também falou sobre as postagens que fez dentro da torcida aurinegra.

 

Visualizar esta foto no Instagram.

 

Levanta o dedo quem veio a Montevideo pra carimbar o passaporte pra próxima fase da liberta …

Uma publicação compartilhada por Carlao Egler (@carlaoegler) em

— Meu pai ficou receoso, clima de guerra, torcida sendo escoltada. Então decidimos ir no meio da torcida do Peñarol, para assistir ao jogo e não ficar em perigo. Sentamos lá no meio, comprei um setor elitizado. Fui me empolgando perto do fim. Sabia que a LDU estava classificada, estádio empurrando para cima. Então fiz algumas gravações para ter como registro. Depois que vi o que aconteceu com o Vitinho (arremesso de objetos por parte da torcida do Peñarol no atacante do Flamengo no fim do jogo), pensei: “Quer saber? Eles vão para o Rio, compram camisa, e a gente aqui não pode nem colocar”. Aí na mesma hora botei.

O torcedor do Flamengo possui três cadeiras cativas no Maracanã e desde 1981, acompanha o pai em todas as finais. Por isso, o levou para o confronto com o Peñarol em Montevidéu, para retribuir todas as vezes que já foi ao Maracanã, por iniciativa do pai. Foi o primeiro jogo do Flamengo em que o pai de Carlos esteve presente.

Por: Coluna do Fla

Compartilhe

O FlaHoje é um portal eletrônico de notícias voltado exclusivamente os torcedores do Flamengo. Nosso objetivo é mostrar as principais notícias com qualidade, rapidez e imparcialidade, focando notícias do nosso time favorito, o Rubro-Negro.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.