sábado, setembro 19, 2020
Início Notícias Torcida do Fla não encheu estádios em semis continentais.

Torcida do Fla não encheu estádios em semis continentais.

Preço praticado pela diretoria rubro-negra para Flamengo x Junior Barranquilla (confira abaixo), primeiro jogo da semifinal entre os clubes pela Copa Sul-Americana, é usado nas redes sociais como justificativa para a tímida procura por ingressos dos flamenguistas – até 12h desta quarta-feira, apenas 28.800 ingressos foram vendidos.

Os fracassos da atual temporada também são citados, e jogadores, técnico e redes sociais do clube estão convocando a torcida insistentemente.
Mas o histórico do Flamengo dos anos 90 para cá mostra que a maior torcida do Brasil não tem o costume de encher estádios quando seu time chega em semifinais de competições internacionais.
Preços de Flamengo x Junior Barranquilla
Setor Norte: R$120 (meia R$60/R$40 para sócios-torcedores*)
Setor Sul: R$150 (meia R$ 75/R$50 para sócios-torcedores*)
Leste Superior: R$ 180 (meia R$90/R$60 para sócios-torcedores*)
Leste Inferior: R$210 (meia R$ 105/R$ 70 para sócios-torcedores*)
Maracanã Mais: R$ 405 (meia R$ 225/R$ 135 para sócios-torcedores*)
*integrantes do plano Raça ou superiores
Confira públicos das últimas semifinais internacionais do Flamengo no Rio:
Semifinal da Supercopa (torneio que reunia campeões da Libertadores) de 1993Com o Maracanã alugado para um show da cantora Madonna, o Flamengo mandou a primeira partida da semifinal, contra o Nacional-URU, no Pacaembu. O público foi discretíssimo: 4.234 pagantes.
Renato Gaúcho e Casagrande marcaram na vitória por 2 a 1. Na volta, o Fla fez 3 a 0 em Montevidéu e avançou à final, mas acabou vice-campeão após ser derrotado pelo São Paulo nos pênaltis.
Flamengo venceu o Nacional diante de pouquíssimas pessoas no Pacaembu (Foto: Reprodução/Acervo O Globo)Flamengo venceu o Nacional diante de pouquíssimas pessoas no Pacaembu (Foto: Reprodução/Acervo O Globo)
Semifinal da Supercopa de 1995
No ano de seu centenário, o Flamengo, que já havia sido vice no Carioca, caído na semifinal da Copa do Brasil e feito péssima campanha no Brasileiro, tinha na Supercopa sua última chance de título.
Embora tenha batido o Cruzeiro no Mineirão em seu aniversário (15 de novembro), oito dias depois a torcida não chegou junto no Maraca. Apenas 24.728 pagaram ingresso para ver a vitória por 3 a 1. Aloísio Chulapa, Márcio Costa e Rodrigo Mendes marcaram. O Fla avançou, mas perdeu a decisão para o Independiente. Derrota por 2 a 0 em Buenos Aires e vitória por 1 a 0 no Rio.
Flamengo passou pelo Cruzeiro diante de menos de 25 mil pessoas em 1995 (Foto: Reprodução/Acervo O Globo)Flamengo passou pelo Cruzeiro diante de menos de 25 mil pessoas em 1995 (Foto: Reprodução/Acervo O Globo)
Semifinal da Mercosul 1999Na primeira partida da semifinal contra os uruguaios do Peñarol, mais uma vez os rubro-negros não compareceram – apenas 6.709 pagaram ingressos.
O Fla vinha de forte crise após a eliminação no Brasileiro, cuja principal consequência foi a saída de Romário, que acabou transferindo-se para o Vasco. Leandro Machado, Maurinho e Lê marcaram, o Rubro-Negro venceu por 3 a 0 e avançou à final, onde bateu o Palmeiras e levou o caneco.
Em 1999, diante do Peñarol, os rubro-negros não passaram de 7 mil no Maraca (Foto: Reprodução/Acervo O Globo)Em 1999, diante do Peñarol, os rubro-negros não passaram de 7 mil no Maraca (Foto: Reprodução/Acervo O Globo)
Semifinal da Mercosul 2001
Mais uma vez o Flamengo abriu a semifinal em casa e novamente o público foi decepcionante. O clube acabara de dar passo importante para se livrar de árdua luta contra o rebaixamento e, em 23 de novembro, recebeu o Grêmio no Maraca. Apenas 37.528 pagantes no empate por 2 a 2.
No jogo de volta, nova igualdade (0 a 0), e o Fla avançou nos pênaltis. Penalidades também decidiram a final daquela competição, mas o San Lorenzo derrotou o time carioca.
Em 2001, com o Maraca reformado e já com cadeiras nas arquibancadas, menos de 40 mil viram o duelo com o Grêmio (Foto: Reprodução/Acervo O Globo)Em 2001, com o Maraca reformado e já com cadeiras nas arquibancadas, menos de 40 mil viram o duelo com o Grêmio (Foto: Reprodução/Acervo O Globo)
Reprodução: Globo Esporte

MAIS LIDOS

Os pecados da diretoria na escolha do novo treinador

A diretoria rubro-negra logo que informada da saída de Jorge Jesus, deixou algo bem claro, gostaria de contar novamente com um estrangeiro. Tal decisão...

Opinião: Dias contados para Domenec no Flamengo

Uma derrota vexatória diante do Independiente Del Valle, uma atuação totalmente desinteressada e uma torcida que perdeu a paciência, esses e outros fatores apontam...

Jorge Jesus é relembrado por torcedores do Flamengo após goleada

Jorge Jesus marcou seu nome na história do futebol brasileiro e do Flamengo. Com cinco títulos na bagagem, o português deixou o Mais Querido...

Fla: Comentarista faz duras críticas à Domènec após goleada

A goleada sofrida pelo Fla na última quinta-feira (17), por 5 a 0, contra o Independiente Del Valle, do Equador, fez com que muitas...