terça-feira, setembro 29, 2020
Início Notícias Turcos dão resposta da vinda do Love para o Flamengo.

Turcos dão resposta da vinda do Love para o Flamengo.

Por mais que Vagner Love demonstre vontade em jogar no Flamengo novamente, os turcos precisam liberar, tendo em vista que o contrato foi renovado por mais dois anos. O primeiro contato não foi nada animador. Segundo informou o Globoesporte.com, o primeiro pedido foi negado.

O Alanyaspor rebateu que não tem interesse em abrir mão de seu principal jogador. A postura, entretanto, não surpreende nem ao Flamengo, nem aos representantes do Vagner Love, que seguirá exercitando a capacidade de persuasão diante dos turcos.

Love é tratado como ídolo no Alanya. Goleador da última edição da Superliga Turca, o brasileiro tem dez gols e está na briga pelo posto novamente na temporada atual. A janela de transferência turca se encerra no próximo dia 31 de janeiro, e contratar alguém com as mesmas características do centroavante não é fácil.
O empresário do atleta já esperava pela resposta negativa e classificou como “comum”. Os salários atrasados não estão sendo levados em conta e acredita-se que Love será liberado ao saberem que passar um ano jogando no Brasil é importante para o atleta. 

MAIS LIDOS

Grupo City fica perto de contratar Lincoln

O Fla hoje possui uma das bases mais promissoras do futebol sul-americano. Ao longo dos últimos anos, vários atletas de muita qualidade técnica foram negociados...

Agente se revolta e não descarta a saída de Lincoln

O Flamengo mediu forças diante do Palmeiras, na tarde deste domingo, em jogo válido pelo Campeonato Brasileiro. O time Rubro-negro foi a campo com...

Segundo Fábio Sormani, Flamengo usou de “laranja” para se beneficiar

Na tarde desta segunda-feira, o grande e responsável jornalista Fábio Sormani soltou mais uma daqueles declarações complicadas de se ingerir numa rede de televisão....

Presidente do Sport admite interesse em contratar atacante do Flamengo

O Flamengo possui uma das bases mais qualificados do futebol sul-americano. O Rubro-negro se acostumou a fazer grandes negócios com o mercado da Europa,...