Publicidade

Valor de Bruno Henrique dispara, e empresários esperam proposta na casa dos R$ 90 milhões do mercado chinês

Publicidade

Após o empate por 4 a 4 contra o Vasco, em partida pela 34ª rodada do Brasileirão, o atacante Bruno Henrique ironizou o rival, afirmando que o Flamengo estava “em outro patamar”. A expressão virou um verdadeiro lema entre torcedores do Fla, com a equipe conquistando o Brasileirão e a Libertadores. Individualmente, o camisa 27 também mostrou que é um jogador diferenciado. Não a toa, a tendência é que o Rubro-Negro receba propostas na casa dos R$ 90 milhões pelo atleta.

Antes mesmo de a temporada se encerrar – o que aconteceu no último sábado (21), após a final do Mundial Interclubes, disputada contra o Liverpool – o staff do atleta já havia realizado viagens para sondar o mercado e ter noção da valorização de Bruno Henrique. Onde se viu o maior encantamento pelo jogador foi na China, com indícios até mesmo de uma ‘briga’ pelo atleta, segundo informação do Globoesporte.com.

FOTO: ALEXANDRE VIDAL / FLAMENGO

Apesar do interesse, a tendência é que a situação não seja resolvida de forma rápida. Isso porque, após a Federação Chinesa decidir alterar algumas regras para contratações, as chegadas de estrangeiros só devem ser liberadas no fim do mês de fevereiro. Neste período, o Flamengo também não ficará parado.

Sabendo do assédio que sofrerá pelo jogador, a diretoria rubro-negra já sinalizou que vai trabalhar para renovação contratual, com reajuste de salário. Atualmente, o vínculo do atleta vai até o fim de 2021. A ideia inicial é estender o contrato por mais um ano, para garantir o atacante de 28 anos focado no Mais Querido após a temporada mais brilhante de sua carreira.

Por: Coluna do Fla

Publicidade
Publicidade

© Copyright 20 Fla Hoje. Todos os direitos reservados
Website desenvolvido por Azarod